Televendas & SAC (11)4224-4550 ou (11)93802-7841

Selecionar os alimentos e abandonar o sedentarismo são hábitos que irão contribuir para saúde óssea e hormonal da mulher

 

A menopausa é um período de grandes transformações no corpo feminino, portanto existem alguns receios em torno do tema. A transição apresenta inúmeros sintomas, como: calor excessivo, insônia, possível aumento de peso, aumento do colesterol ruim, entre outros sinais.  

O reconfortante é que através da mudança de hábitos, inserção de nutrientes essenciais para a manutenção hormonal feminina e a prática de atividades físicas é possível reverter o quadro e amenizar os incômodos. 

A nutricionista Solange Hypólito faz recomendações essenciais para a mulher no período da menopausa, o que inclui nutrição balanceada e a seleção dos alimentos funcionais para a fase. 

“A alimentação correta durante a menopausa ajuda na redução da irritabilidade e no desconforto gastrointestinal. É importante durante a transição evitar o consumo dos alimentos gordurosos, excesso de açúcar e sódio nas refeições”, orienta a médica.   

Orienta sobre os hábitos alimentares indicados para aliviar os sintomas da menopausa:

“Invista no consumo de alimentos ricos em vitamina E, C, D3, zinco, cálcio, ácido fólico, magnésio, selênio, carboidratos integrais, proteínas de alto valor biológico. Substâncias fitoestrogênicas e fitonutrientes amenizam as causas decorrentes dos déficits hormonais, de estrógenos e progesterona”, recomenda. 

 

1- Evite o jejum por longos períodos (mais de 4/5 horas), o que aumenta a hipoglicemia na corrente sanguínea.

2- Vitamina E: irá auxiliar no combate às ondas de calor durante a menopausa, portanto, insira no cardápio: óleo vegetal de soja, amendoim, milho, óleo de cártamo, girassol, azeite, nozes, amêndoas, castanha do Pará, gérmen de trigo e grãos integrais. 

3- Vitamina B6: irá contribuir para a formação de neurotransmissores (triptofano) e promover a sensação de bem-estar. Consuma: ovos, cereais integrais, bife de fígado, ameixa, avelã, castanha, tomate, melancia, entre outros.

4- O ácido fólico: é um nutriente importante durante a menopausa, pois contribui para a reposição do DNA e combate aos riscos de câncer de mama. Fontes da vitamina: espinafre, couve manteiga, fígado de vaca, feijão, laranja, manga e tomate.

5- Magnésio: traz benefícios para o relaxamento muscular e atua na formação de neurotransmissores que ativam a sensação de bem-estar. São fontes: cereais integrais, beterraba, quiabo, batata doce, espinafre, castanha de caju, amêndoas, feijão, ervilha, noz, banana, uva, e outros. 

6- Cálcio: o enfraquecimento dos ossos pode ocorrer durante a menopausa, para evitar é necessário consumir fontes de cálcio: iogurte desnatado, queijo cottage, espinafre, feijão de soja, castanha do Pará e feijão.

7- Vitamina D3 e antioxidantes: nutrientes que atuam na absorção de cálcio e fortalecem a imunidade: chá verde, linhaça, uva, tomate, frutas cítricas, cenoura e outros.

8- Ômega-3: melhora as funções cerebrais, impulsos nervosos, regula a ação insulínica (glicose), diminui o colesterol ruim (LDL) e contribui com a fluidez sanguínea. Consuma: sardinha, salmão, atum, noz, semente de linhaça, semente de chia e óleo de azeite de oliva;

9- Zinco: é necessário para síntese de hormônios, melhorar as funções ovarianas e otimizar as funções estrogênicas. Alimentos ricos em zinco: ostra cozida, carne bovina, fígado de frango, semente de abóbora, feijão de soja, amêndoa e amendoim.

10- Proteínas de alto valor biológico: para evitar o enfraquecimento e a diminuição dos músculos. Fontes: ovos, aves, peixes e carne bovina.

 

 

Pratique atividade física!

 

Além da mudança nos hábitos alimentares a prática de atividade física é uma terapia auxiliar durante o tratamento da menopausa. De acordo com a Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo (SOGESP) após a última menstruação a mulher perde 1,4 de massa óssea ao ano. 

Os exercícios mais indicados são àqueles que exercem sobrecarga mecânica e estimulam a remodelação óssea. Para adotar a prática receba a recomendação médica e o auxílio de um orientador físico. 

 

Veja as recomendações da SOGESP para a atividade física durante a menopausa:

 

-Pratique exercícios de três a cinco dias na semana com duração de 50 a 60 minutos;

-As atividades mais indicadas são àquelas que exercitam grupos musculares e tenha ritmos contínuos, como caminhada, bicicleta, natação, patinação e outras;

-Faça alongamentos antes da prática dos exercícios, os estiramentos leves combate possíveis lesões e reduz as dores musculares;

-Exercícios direcionados aos grandes músculos, como o quadríceps (músculo interno da coxa) e os glúteos ajudam a aumentar a força muscular e melhorar a região das articulações. 

 

Referências:

https://www.sogesp.com.br/canal-saude-mulher/guia-de-saude-da-mulher-madura/ginastica-para-fortalecer-os-ossos

 

Solange Hypolito, nutricionista clínica

Mahamudra: Exercício para o corpo e mente
Conheça o treino que mistura cross fit, artes marciais, yoga e outras modalidades...
Batata-doce pode ajudar em dietas de emagrecimento
O alimento é rico em fibras e promove saciedade...
Online Farma
Lorem ipsum dolor sit amet, justo aliquid reformidans ea vel, vim porro dictas et, ut elit partem invidunt vis. Saepe melius complectitur eum ea. Zril delenit vis ut. His suavitate rationibus in, tale discere ceteros eu nec. Vel ut utamur laoreet vituperata, in discere contentiones definitionem ius.
read more ⟶
Leave a comment
Note: HTML is not translated!