"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Tribulus Terrestris infertilidade


02/08/2015 - 23:00:00 | 1936

 

Tribulus Terrestris infertilidade

 

A planta Tribulus terrestris pertence à família Zygophyllaceae, sendo utilizada na medicina tradicional indiana e chinesa há séculos, para tratar a impotência sexual. Contudo, estudos recentes indicaram que o mecanismo de ação da planta pode auxiliar a fertilidade em homens e mulheres.

O fitoterápico Tribulus terrestris é composto por esteroides, flavonoides, alcaloides e saponinas que conferem suas propriedades terapêuticas. A principal substância ativa do Tribulus terrestris natural é a protodioscina, uma saponina esteroidal, que estimula a produção de testosterona, um hormônio sexual masculino que também está presente no organismo feminino, mas em menores concentrações.

A protodioscina regula o balanço hormonal do organismo sem interferir em seus mecanismos fisiológicos. Dessa forma, Tribulus terrestris funciona como um regulador hormonal.  A planta proporciona o aumento do desejo sexual em homens e mulheres, além de atuar como um excelente vasodilatador na região pélvica masculina, facilitando a ereção.

Além de beneficiar a função sexual, o extrato de Tribulus terrestris melhora os índices de fertilidade em ambos os sexos. Sua ação auxilia o tratamento da oligospermia (produção insuficiente de espermatozoides) e varicocele (varizes nos testículos), além aumentar a motilidade de espermatozoides.

As mulheres também se beneficiam com o uso do Tribulus terrestris, pois sua ação estimula a produção de estradiol, um hormônio sexual esteroide que facilita a ovulação e, consequentemente, a fertilidade feminina. Além disso, o Tribulus terrestris é bom para aliviar os sintomas relacionados a menopausa e TPM.

Não há dúvidas de que a erva Tribulus terrestris é uma excelente aliada no tratamento da fertilidade, podendo ser associada a medicamentos prescritos pelo seu médico. Contudo, não utilize o medicamento antes de conversar com o seu médico, pois dosagens inadequadas podem ser prejudiciais à saúde e comprometer a eficácia do tratamento.