"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Alimentação pode combater a TPM


04/11/2012 - 23:00:00 | 568

A tensão pré menstrual é um dos problemas mais frequentes entre  as mulheres na faixa dos 18 aos 35 anos. Estima-se que ela atinja cerca de 40% da população feminina. As primeiras alterações ocorrem de 7 a 10 dias antes da menstruação e o ápice vai de 2 a 3 dias antes até 1 ou 2 dias após o período menstrual.

As causas da TPM são multifatoriais. Podem ter origem em alterações hormonais ou até sofrer influências emocionais e comportamentais. Seus sintomas mais frequentes são a irritabilidade, sensibilidade, tristeza, inchaço e retenção de líquidos, compulsão por doces, cólica, dores de cabeça e alterações na libido sexual.

Esses sintomas decorrem da ação da progesterona, o hormônio que prepara o corpo para fecundação e para gravidez, e diminui os níveis de serotonina no cérebro – o neurotransmissor responsável pela sensação de bem estar. A progesterona também aumenta a produção de prostaglandinas, substâncias  que, em excesso, tornam-se inflamatórias e causam dores no corpo (especialmente nos seios e nas costas).

O tratamento para a TPM varia conforme os sintomas apresentados e o estilo de vida. Pequenas medidas, como ter uma alimentação correta, ajuda a amenizar os incômodos desse período. Alguns  alimentos podem liberar o excesso de estrogênio do organismo.

É bom apostar em alimentos ricos em fibras, frutas, verduras e grão integrais. A semente de linhaça, por exemplo, atua de forma bastante eficaz na equilíbrio hormonal, regulando os níveis de estrogênio.

Vale ressaltar que o consumo de bebidas alcoólicas e cafeinadas deve ser reduzido. A cafeína tende a aumentar a ansiedade e as oscilações de humor e o álcool provoca fadiga e irritabilidade. Frituras e sal também devem ser evitados, pois contribuem para retenção de líquidos no corpo. Folhas verdes escuras, como a escarola e o agrião, são ótimas para diminuir a retenção de líquidos.

Praticar exercícios físicos também é fundamental para amenizar os sintomas.

Por: AgComunicado