"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Sabia que a alimentação pode induzir ao estresse?


25/11/2014 - 23:00:00 | 708

Conheça os alimentos que devem ser evitados e aqueles que podem ser consumidos sem medo

                                                                                                                       
O estresse é um mal muito comum dos dias atuais, com tantas tarefas a serem realizadas, muitas pessoas perdem as “estribeiras” literalmente. Inúmeras preocupações e situações de pressão colocam em risco a saúde emocional de milhares de pessoas no mundo, mas você sabia que a alimentação também pode contribuir para um jeito de ser mais estressado?
 
Quando o indivíduo está exposto a uma situação de estresse, o organismo passa a liberar o hormônio cortisol, conhecido cientificamente como hormônio do estresse.
 
Quais alimentos podem desencadear o aumento nos níveis de estresse?
 
Cafeína: A linha entre benefícios e malefícios da cafeína é tênue, em excesso, a substância provoca aumento na produção de adrenalina, hormônio responsável por despertar o estado de alerta, assim, o indivíduo passa a se sentir mais ansioso, além de estar mais propenso a desenvolver problemas como taquicardia e insônia. Bebidas como o café a chás devem ser evitadas, assim como refrigerantes principalmente à base de cola e chocolates que também contêm cafeína, o ideal é consumir essas substâncias em equilíbrio e evitar o consumo até cinco horas antes de dormir, para que o sono não seja prejudicado. 

Bebidas alcoólicas: A sensação que muitas pessoas acreditam que o álcool provoca é de relaxamento, mas na verdade a substância estimula a produção da adrenalina, quando o corpo começa a passar pelo natural processo de desidratação provocado pelo álcool, logo os níveis de cortisol são liberados no organismo.

Sal: Também conhecido como sódio, o sal aumenta a pressão arterial e age sobre a glândula suprarrenal, o que provoca tensões nervosas e um comportamento mais agitado.
 
Mas vale ressaltar que há alimentos que podem auxiliar para a conquista de um comportamento mais tranquilo
 
A água é um alimento essencial, pois à medida que hidrata o organismo, impede que o hormônio do estresse (cortisol) seja liberado no sangue.
 
Fibras são essenciais, agem diretamente sobre o intestino, favorecem a circulação sanguínea e além de regularem a flora intestinal, estimulam a produção do hormônio neurotransmissor serotonina, responsável pelo bom humor e sono regular. Alimentos como grãos e cereais integrais, frutas, verduras e legumes devem ser explorados na dieta diária.
 
É importante também exercitar a paciência diária e não permitir que situações de estresse coloquem em risco a saúde emocional. Mas agora que você sabe que há alimentos que estimulam o estresse, faça uma reavaliação na dieta e tente viver de maneira mais leve.