"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Os alimentos de origem animal não são os únicos abundantes em proteínas


15/07/2014 - 23:00:00 | 1262

Conheça alguns alimentos de origem vegetal ricos nesse importante nutriente

Para uma vida saudável é fundamental que seja fornecido ao organismo todos os nutrientes indispensáveis para o seu perfeito funcionamento.
 
Dentre os grupos de nutrientes essenciais está o grupo das proteínas, importantes por diversas funções em prol da saúde. As proteínas são responsáveis pela renovação das células, pelo reparo dos tecidos, pelo crescimento muscular, pelo equilíbrio da produção de hormônios no organismo, pela produção de importantes enzimas etc. Vale ressaltar que aqueles que praticam atividades físicas não só devem incluir diariamente alimentos ricos em proteínas na dieta, como costumam por meio de suplementação ingerir aminoácidos que em consequência são metabolizados e transformados em proteínas, essenciais para o crescimento saudável dos músculos e pelo aumento da massa magra.
 
Mas quando se fala nesse nutriente essencial há algumas dúvidas que precisam ser sanadas como a de que as fontes essenciais de proteína encontram-se nas carnes e em alimentos de origem animal como leite e derivados, ovos, entre outros.
 
Realmente os alimentos de origem animal são ricos em proteínas, mas em contrapartida podem trazer inúmeros problemas à saúde se consumidos em excesso como: aumento das taxas de colesterol no sangue; problemas cardiovasculares; ganho de peso, entre outros. Já as proteínas vegetais encontradas principalmente em grãos e sementes também podem oferecer esse nutriente gerando menor impacto à saúde e ao organismo.
 
Listamos aqui as principais fontes de proteína vegetal:
 
As sementes oleaginosas como: castanha-do-pará, amêndoa, avelã, amendoim, nozes, entre outras.
 
As leguminosas como: feijões, ervilha, grão-de-bico, lentilha, entre outros.
 
As sementes como: linhaça, semente de abóbora, gergelim, semente de girassol, entre outras.
 
Cereais como: arroz (principalmente o integral), a aveia, milho, trigo, entre outros.
 
Combinar alguns desses alimentos no dia a dia ajuda a suprir as necessidades do organismo desse nutriente. A maneira de utilização é bem versátil, as leguminosas, por exemplo, podem ser exploradas em saladas junto a um cereal importante como o milho.
 
A semente de linhaça, reconhecida como alimento funcional pode ser explorada em vitaminas junto a frutas, iogurte e até mesmo como ingrediente em molho para saladas.
 
Entre os cereais, o arroz integral poderia ser mais explorado na dieta e vale ressaltar que a aveia é um dos cereais mais baratos e mais ricos em benefícios à saúde, é rica em uma substância conhecida como betaglucana que inibe a absorção de gorduras no organismo e aumenta a sensação de saciedade, o que consequentemente auxilia em casos de dietas de emagrecimento e no equilíbrio dos níveis de colesterol no sangue.
 
Isso não quer dizer que você deve abandonar o consumo de alimentos de origem animal, mas sim, que deve equilibrar o consumo habitual de carnes, ovos, e derivados do leite com alimentos de origem vegetal, também ricos em proteínas.
 
Não se esqueça de que a alimentação é a maneira mais efetiva para a prevenção de doenças e que reflete sobre a saúde e sobre a beleza, gerando qualidade de vida.