"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Ano novo, peso novo!


04/11/2012 - 23:00:00 | 647

Boa parte das listas de objetivos para o ano novo inclui a meta de emagrecer – ou apenas manter o corpo em forma. No entanto, no decorrer dos 366 dias de 2012 (ano bissexto), a promessa certamente será uma das mais “quebradas”. Se você prometeu para si mesmo seguir uma dieta saudável e não quer fazer parte da turma que desiste desse objetivo, que tal anotar algumas dicas para manter o foco?

Para começar, adotar um diário alimentar e anotar tudo o que se come, durante várias semanas, pode até ser uma chatice, mas é uma boa ferramenta para controlar a dieta. Ela reflete a predisposição da pessoa a começar o processo de perder peso com saúde e ainda facilita o acompanhamento e orientação do nutricionista. A manutenção do diário traz autocontrole e ajuda a levar a dieta até o fim, uma vez que  detecta os  erros cometidos durante o processo. E essa medida também pode ser bastante eficaz na reeducação alimentar -  fundamental para o emagrecimento saudável.

Ao contrário do que muitos acreditam, a reeducação alimentar deve acontecer de forma gradativa. Eliminar de uma só vez alguns tipos de alimentos do cardápio não é uma boa opção. Ao invés, trará  sofrimento e dificuldade em manter a dieta.

Portanto, comece aos poucos. Estipule uma meta equilibrada de quantos quilos irá perder por mês, levando em conta seu estilo de vida e IMC (índice de massa corpórea). Substitua as guloseimas consumidas entre uma refeição e outra por frutas, lanches naturais, sucos funcionais (em geral feitos com mais de uma fruta) ou barras de cereais. Os alimentos funcionais, como quinoa e soja, também são fortes aliados.  

Evite pular refeições, pois ao invés de ajudar, irá atrapalhar o emagrecimento. Ficar muitas horas sem se alimentar desregula o funcionamento do metabolismo e ainda causa irritabilidade e fadiga.
E para finalizar: que tal começar alguma atividade física? As opções são vastas e agradam a todos os gostos. Vão desde atividades aeróbicas, como ciclismo, natação e musculação até yoga, pilates ou tai chi chuan. A frequência ideal é, geralmente, de duas a três vezes por semana, com até uma hora de duração.

A mudança de hábitos não precisa – e nem deve – ser dolorosa. Comece aos poucos, respeitando seus limites e quando menos perceber, terá alcançado seu objetivo!

Por: AgComunicado