Televendas & SAC (11)4224-4550 ou (11)93802-7841

 

 

SAIBA POR QUE ESSAS REGIÕES ESCURECEM E QUAIS OS POSSÍVEIS TRATAMENTOS

 

Muitas pessoas, principalmente o público feminino se incomodam com as manchas escurecidas nas regiões da virilha e axilas. 

A farmacêutica e especialista em farmácia magistral, Kaline Braga, conta que a cada momento surgem novos ativos e protocolos novos (procedimentos) para diversos distúrbios estéticos, alergias e outros problemas de pele. O problema das manchas é o que mais costuma incomodar as pessoas:

 

“Tratar manchas é uma guerra como é o caso do melasma, mas outros problemas também costumam incomodar como é o caso das áreas escurecidas na virilha e axilas, que são problemas que geralmente são tratados e retornam”.

 

A matéria Escurecimento da virilha: conheça as causas e saiba como tratar, explica que o que causa o escurecimento da região da virilha é o atrito e o fato de ser uma região de dobra do corpo, que coloca em contato pele com pele. O que também ocorre com a região das axilas.

A especialista esclarece que até mesmo o atrito com tecidos pode ocasionar no escurecimento dessas regiões, a pele se torna mais irritada e mais espessa e isso gera a hiperpigmentação: “É um fenômeno natural, raramente não se tem o escurecimento das axilas e virilha. Aproximadamente 90% das mulheres ou até mesmo de homens apresentam esse escurecimento por conta do atrito”.

A profissional acrescenta que além dos fatores já mencionados, essas regiões podem vir a escurecer devido à utilização de produtos com álcool na formulação e por se tratar de áreas mais sensível, em longo prazo o escurecimento pode piorar:

 

“A depilação também é um fator que pode ocasionar o escurecimento da pele, principalmente depilação com lâmina. Quem usa lâmina praticamente diariamente no caso de virilha, axila, não tem como prevenir o escurecimento”.

 

De acordo com o estudo Cosméticos: a química da beleza, o pH da pele é levemente ácido, mas é maior onde existe transpiração como é o caso das axilas, virilha e entre os dedos dos pés e, isso ocorre devido à secreção de sais. Por isso, o pH dos desodorantes é o mais alto dentre todos os cosméticos, chegando aproximadamente a 7.0., mas garantir a capacidade de proteção contra o suor e mau cheiro, na maioria dos casos, pode levar ao escurecimento da pele.

 

QUAIS AS SOLUÇÕES PARA OS CLAREAMENTOS DESSAS REGIÕES?

 

A profissional esclarece que hoje no mercado existem muitos produtos chamados de clareadores ou despigmentantes e o uso contínuo obviamente produz clareamento. E fora as técnicas que podem ser aplicadas em cabine (dentro da clínica) ou até mesmo em casa, há também procedimentos avançados como os tratamentos a laser:

 

“A primeira etapa em caso da técnica de clareamento é a aplicação do produto e em seguida se não há o efeito desejado pode-se aplicar o laser para realmente ter um resultado na melhora desse problema”.

 

A farmacêutica ressalta que não é apenas o despigmentante que fará o efeito, mas que é importante pensar no que será feito durante e depois do tratamento:

 

“É importante que os estudantes e profissionais aprendam e se qualifiquem sobre os produtos e tratamentos. Avaliar o fototipo de pele do paciente é fundamental, há despigmentantes que não podem ser utilizados na pele morena e na realidade, essas manchas em axilas e virilha são mais recorrentes em pele morena”.

 

A especialista explica que há peelings que podem ser aplicados desde peles claras até peles morenas claras. Primeiro se faz a assepsia dessa pele e não se pode utilizar qualquer sabonete, deve ser manipulado ou industrializado, mas de acordo com a indicação do profissional. Geralmente os sabonetes costumam ser à base de ácido glicólico, de ácido lactobiônico ou de ácido gluconolactona, que são ativos que além de fazer a limpeza da pele já retiram a camada morta, porque o peeling tem de penetrar profundamente e quanto mais profundo mais efeitos haverá.

 

“Após a limpeza, é importante fazer a esfoliação da pele com um esfoliante manipulado ou industrializado (de qualidade), a esfoliação garante a penetração profunda do ativo. Depois da esfoliação abrasiva o peeling é aplicado, pode ser em forma de creme, de gel ou até mesmo líquida, que é a forma que costumo trabalhar porque considero mais fácil de manipular”.

 

Segundo a profissional, o procedimento de aplicação de ácidos pode ser feito uma vez por semana e geralmente são recomendadas de quatro a seis sessões, dependendo do caso de casa paciente. Logo após o procedimento na região da virilha, costuma ser indicado que se utilizem roupas de tecidos leves, que causem o menor atrito possível nas regiões sensibilizadas.

Se o escurecimento dessas áreas do corpo tem incomodado, procurar um profissional habilitado e uma clinica de estética de confiança pode ser a solução.

 

Dra Kaline Braga - farmacêutica e especialista em Farmácia Magistral

 

Fontes 

CONASEF – Congresso Nacional de Saúde e Estética Funcional

Escurecimento da virilha: conheça as causas e saiba como tratar. Dicas de mulher: www.dicasdemulher.com.br/escurecimento-da-virilha-conheca-as-causas-e-saiba-como-evitar

GALEMBECK, Fernando; CSORDAS, Yara. Cosméticos: a química da beleza.

 

Peeling de cerveja e peeling oral: tratamentos revolucionários
Matéria Especial...
A pílula do câncer foi aprovada pela Presidência, mas barrada por pesquisadores e pela Anvisa
Matéria Especial...
Online Farma
Lorem ipsum dolor sit amet, justo aliquid reformidans ea vel, vim porro dictas et, ut elit partem invidunt vis. Saepe melius complectitur eum ea. Zril delenit vis ut. His suavitate rationibus in, tale discere ceteros eu nec. Vel ut utamur laoreet vituperata, in discere contentiones definitionem ius.
read more ⟶
Leave a comment
Note: HTML is not translated!