"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Chocolate supera flúor na luta contra a cárie dentária!


02/01/2014 - 23:00:00 | 599
Imagine usar chocolate para remineralizar o esmalte dos dentes enquanto desencoraja as cáries. Parece bom demais para ser verdade? Um pesquisador da Universidade de Tulane chegou perto com um extrato de chocolate não-tóxico que supera o flúor. Tendo em conta os perigos associados com o flúor, e sua presença em cremes dentais comerciais, uma substituição a base de chocolate oferece uma solução palatável.
 
 
Veneno na ponta da sua escova de dentes!
 
 
O flúor está sob escrutínio ao longo dos anos - e com razão. Encontrado em pasta de dentes, bem como no nosso abastecimento de água, resíduos industriais tem sido classificados como "poluentes ambientais mais prejudiciais da Guerra Fria". Relacionado com a diminuição da função renal e da tireoide, infertilidade (que pode ser tratado com o Tribulus Terrestris), diminuição da inteligência, doença cardiovascular, ossos fracos e aumento do risco de câncer, o flúor é extremamente prejudicial. 
 
 
Além disso, existe o fato de que "um grama de creme dental com flúor é suficiente para causar toxicidade aguda de flúor em crianças de dois anos de idade (por exemplo, náuseas, vômitos, dor de cabeça, diarreia)". Felizmente, temos uma alternativa para tal loucura tóxica - na forma surpreendente de chocolate.
 
 
Alimento dos deuses, uma benção para os dentes!
 
 
Arman Sadeghpour doutorando da Universidade de Tulane, descobriu um jogador improvável na luta contra a cárie dentária - um extrato derivado da semente do cacau. Usando molares humanos, ele aplicou ou flúor ou extrato de cacau. Em seguida, os dentes foram colocados em uma máquina especializada que pressiona uma reentrância em cada dente.
 
 
A profundidade da depressão indica a dureza do esmalte. Sadeghpour observou que os dentes tratados com extrato de cacau eram mais resistentes do que aqueles em que foram tratados com flúor.
 
 
Num segundo teste, cada dente foi deixado durante a noite numa solução qualquer de um de flúor ou de extrato de cacau. No dia seguinte, Sadeghpour submeteu a superfície do dente à um ácido forte durante 10 minutos. Quando ele mediu a quantidade de cálcio que tinha lixiviado para o ácido, ele descobriu que os dentes embebidos em extrato de cacau tinham perdido 8 por cento menos cálcio do que suas contrapartes embebidos em flúor.
 
 
De acordo com um comunicado de imprensa da universidade, "o extrato, um pó branco cristalino, cuja composição química é semelhante à cafeína, ajuda a endurecer o esmalte dos dentes, tornando os usuários menos suscetíveis à cárie dentária. O extrato de cacau poderia oferecer a primeira grande inovação para creme dental comercial desde que os fabricantes começaram a adicionar flúor à pasta de dentes, em 1914".