"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Combate ao sedentarismo na infância


28/06/2015 - 23:00:00 | 641

Pequenas ações podem mudar a vida do seu filho

O mal da obesidade tem sido cada vez mais frequente entre as crianças e hoje já é encarado como um problema de saúde pública. No Brasil, uma em cada quatro crianças estão acima do peso. 
 
Na verdade o problema começa desde muito cedo com uma alimentação pobre em nutrientes e rica em gorduras e em conservantes, e claro, questões culturais estão intimamente ligadas com esse problema.
 
Muitas crianças têm o hábito de comer em frente a monitores (televisão, computador, celular, entre outros) e há aquelas que comem as guloseimas diante dos jogos de videogame. Cada vez mais a infância se perde na era digital e esse “se perde” está relacionado com essa perda de saúde, com esse sedentarismo, com essa retenção de energia, quando na verdade, ao contrário, o momento era de extravasar energia...
 
Praticar exercícios físicos não é uma necessidade apenas do público adulto não... Crianças também devem se exercitar... Uma opção interessante seria a prática de algum esporte que se goste... Vale conversar com seu filho e entender sobre o que mais gosta, muitas vezes unir a diversão à atividade física é um atrativo a mais para a criança.
 
O que vale ser observado é que incorporar atividades no dia a dia da criança que envolva outras crianças também é recomendado. O “brincar” em equipe deve ser resgatado. Aquele passeio no parque, um final de semana no clube, um dia divertido em casa brincando de esconde-esconde etc. Vale trazer para a criança equilíbrio entre uma vida de tecnologia e uma vida mais “humana”. 
 
Animais de estimação também são recomendados e fazem a criança despertar para a questão da brincadeira, do que foge do contato com equipamentos eletrônicos.
 
É claro que não vale apenas fazer a criança se exercitar se a alimentação não coopera. Alimentos vivos devem ser incorporados na dieta. Que alimentos são esses? Aqueles que são ricos em nutrientes como frutas, verduras e legumes. Faça com que na dieta do seu filho haja uma mescla entre alimentos crus e cozidos.
 
Guloseimas não estão estritamente proibidas, mas não podem ser frequentes. O excesso de açúcar refinado, de sódio (sal), de conservantes, entre outras substâncias, colocam a saúde da criança em risco e geram sobrepeso e até mesmo podem trazer consequências mais graves como a obesidade e doenças relacionadas como a diabetes e doenças cardiovasculares.
 
Não se pode “escapar” da tecnologia, mas o importante é que se faça equilibrado uso dela, por isso, reeduque os hábitos do seu filho, com certeza a saúde dele agradece.