"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Como proceder em casos de baixa imunidade?


23/03/2014 - 23:00:00 | 888

Saiba quais alimentos podem ser explorados

 
Muitos sabem que o organismo tem um sistema de defesa contra agentes externos causadores de doenças conhecido como sistema imunológico. Quando algo está errado com o sistema de defesa, o corpo passa a emitir sinais de que algo não vai bem, de que há um déficit no sistema imunológico, ou de maneira mais popular, podem se tratar de sintomas de baixa imunidade.
 
As células sanguíneas possuem leucócitos responsáveis pela formação dos glóbulos brancos, que consequentemente têm a função de prevenir a invasão de agentes causadores de doenças. Quando a concentração de glóbulos brancos fica menor, o sistema de defesa do corpo fica prejudicado, desta forma, se instaura um estado de baixa imunidade que faz com que o organismo fique desprotegido e suscetível a agentes invasores (fungos, vírus, micro-organismos, bactérias etc.).
 
Quais os sinais de que a imunidade está baixa?
Quando o indivíduo passa a apresentar sinais atenuados e frequentes de processos infecciosos, como é o caso de gripes e resfriados, pode ser um sinal de que o sistema de defesa está enfraquecido.
 
Mas também podem ocorrer processos infecciosos mais graves, por isso é fundamental cuidar do sistema imunológico.
 
Outros sinais podem surgir identificando um caso de baixa imunidade, como o surgimento de herpes, inflamações recorrentes de garganta, a pele pode apresentar abcessos, doenças causadas por fungos, bactérias, entre outros agentes externos, a região genital também pode apresentar problemas como herpes e até mesmo a candidíase. 
 
A melhor maneira de fortalecer o sistema de defesa do organismo é realizando uma dieta equilibrada e rica em nutrientes. Há alguns alimentos ricos em propriedades que se frequentemente consumidos, auxiliam na proteção do sistema imunológico.

Quais alimentos são esses?
O alho, é um alimento importante não só para conferir sabor à comida, é rico em importantes propriedades, em sua composição há alto teor de importantes minerais como o selênio e o zinco, que juntos atuam como poderosos antioxidantes, prevenindo a formação de radicais livres, que matam células, causam o envelhecimento da pele e propiciam o surgimento de doenças.
 
O shitake, espécie de cogumelo, é rico em aminoácidos e possui ação imunoprotetora, o problema é que não se trata de um alimento comumente consumido pelas pessoas e não possui valor acessível de compra.
 
As frutas ricas em vitamina C (morango, acerola, goiaba, laranja, limão, graviola, manga etc.) são importantes para o fortalecimento do sistema imunológico, vale ressaltar que a vitamina C também age como antioxidante e atua diretamente na prevenção de doenças.
 
As verduras de folhas verde-escuras são ricas em vitamina C e ácido fólico, substâncias que atuam na formação dos glóbulos brancos, responsáveis pela defesa do organismo.
 
O gengibre também possui vitamina C, além de teor considerável de vitamina B6 e propriedades bactericidas.
 
É sempre importante pensar na alimentação e na própria saúde, a qualquer sinal de anormalidade, é fundamental procurar tratamento médico.