"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Consumo excessivo de alimentos industrializados compromete a saúde


04/11/2012 - 23:00:00 | 4934

Gordura trans, aspartame, conservantes, ácido cítrico... Eles são facilmente encontrados em boa parte dos alimentos industrializados que consumimos diariamente. Mas você conhece a relação desses ingredientes com a sua saúde? A rotina conturbada das grandes metrópoles, somada à praticidade dos produtos industrializados, nos fazem reduzir cada vez mais o consumo de alimentos naturais – e mais saudáveis.

Especialistas costumam ser unânimes ao recomendar um cardápio com alimentos variados, mas é importante prestar atenção no equilíbrio desse plano alimentar.  O consumo excessivo de produtos industrializados, com corantes, gorduras e açúcar, tende a gerar intoxicações no organismo e comprometer o funcionamento do metabolismo.

O excesso desses ingredientes no organismo provoca o surgimento de toxinas, substâncias tóxicas e responsáveis pelo envelhecimento ou falha precoce das células, e pelo aumento de estresse e  peso. A única forma de eliminar essas substâncias é limpando o sangue e isso pode ser feito por meio da alimentação ou da ingestão de medicamentos.

O ideal para desintoxicar o organismo é passar um período consumindo apenas alimentos naturais e antioxidantes, como frutas, leguminosas, cereais, peixes, alimentos integrais, chás, entre outros. Frituras, carne vermelha e gorduras em geral, fast food, café, bebidas alcoólicas e açúcar devem ser totalmente vetados por sete dias. Após esse período, deve ser estabelecida uma alimentação balanceada, com a menor quantidade de “itens tóxicos” possível.

A famosa dieta detox é bastante eficaz para exterminar essas toxinas do organismo. Seu principal objetivo não é o emagrecimento – esse benefício é consequência – mas sim limpar as substâncias tóxicas presentes no organismo. Ela age, principalmente, no fígado – onde as toxinas ficam mais acumuladas – e no intestino, que na maioria das vezes perde a capacidade de absorção.

A dieta detox é composta por frutas, verduras, leguminosas (ervilha, grão de bico), sementes (linhaça, chia, nozes), quinoa, chás sem cafeína e alimentos naturais no geral. Para não errar no cardápio, busque orientação de um nutricionista ou endocrinologista.

Por: AgComunicado