"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Cranberry ajuda no tratamento da infecção urinária


30/06/2016 - 10:00:29 | 217

Cranberry (Vaccinum macrocarpon) é uma fruta pertencente à família botânica Ericaceae, conhecida também como Oxicoco. A planta é um arbusto pequeno originário da América do Norte, foi muito usado por tribos indígenas como alimento em cerimônias e como medicamento. No Brasil, o Cranberry, geralmente, é consumido na forma de suco.

O Cranberry é rico em proantocianidina, uma substância que chega a ser de 15 a 25 vezes mais potente do que a vitamina E. Essa substância ajuda a inibir a aderência de bactérias do tipo E.coli na mucosa da bexiga, combatendo infecções do sistema urinário. A fruta ainda possui vitamina C e E e substâncias antioxidantes, como os flavonoides e ácidos fenólicos.

O principal benefício encontrado no consumo do Cranberry é a sua eficácia na prevenção de infecções do sistema urinário. Estudos realizados mostram que muitos utilizam o Cranberry para aumentar o fluxo de urina, matar microorganismos, acelerar a cicatrização da pele e baixar a febre. O consumo da fruta ainda é comum entre portadores do Diabetes tipo 2, da síndrome da fadiga crônica, do escorbuto, da pleurisia, de pacientes com câncer, pacientes que sofrem de doenças cardiovasculares e pacientes com gastrite.

O que é infecção urinária?

A Infecção do sistema urinário conhecida popularmente como infecção urinária é um quadro infeccioso que pode ocorrer em qualquer parte do sistema urinário, como rins, bexiga, uretra e ureteres. A infecção urinária ocorre quando um agente estranho, como uma bactéria, por exemplo, entra no sistema urinário por meio da uretra e começa a se proliferar na bexiga. O sistema urinário possui defesas contra esses agentes estranhos, porém, pode falhar algumas vezes, ocorrendo a infecção.

Os sintomas da infecção urinária, geralmente são: ardência forte ao urinar; forte necessidade de urinar, mesmo tendo acabado de voltar do banheiro; urina escura; urina acompanhada de sangue; urina com cheiro muito forte; dor pélvica; dor no reto e aumento da frequência de micções. Os sintomas podem variar dependendo da infecção, por isso, é extremamente importante consultar o seu médico para que ele possa oferecer a forma adequada de tratamento.