"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Cuidado com a alimentação infantil


14/09/2014 - 23:00:00 | 659

O que as guloseimas consumidas com frequência podem causar à saúde da criança?

 
 
 
A alimentação infantil é um assunto que merece cada vez mais ser discutido, afinal, a obesidade infantil é assunto recorrente no mundo e a disciplina na dieta começa desde muito cedo.
 
É natural que alguns “alimentos” sejam mais reverenciados pelas crianças, mas os pais devem impor limites para que não se torne frequente maus hábitos alimentares.
 
Quais os alimentos que mais devem ser evitados na dieta das crianças?
 
Que criança não adora salgadinhos? É comum que queiram comer na escola, em frente à televisão, jogando videogame etc. Mas salgadinhos são ricos em condimentos, gorduras e sal (sódio), substâncias que podem desencadear problemas cardíacos, além da retenção de líquidos.
 
Os biscoitos recheados também costumam ser os preferidos da criançada, mas assim como os salgadinhos, são ricos em gorduras, sódio e açúcares. E mesmo quando no pacote há menção de vitaminas, se trata de quantidade insignificante do ponto de vista nutricional, o consumo frequente pode levar ao ganho de peso e à problemas de saúde.
 
O famoso macarrão instantâneo encontrado em diversos sabores também é outro vilão da saúde, rico em sódio e pobre em nutrientes não oferece à criança benefícios.
 
E quando os pais compram os sucos de caixinha acreditando que estão levando para a casa mais saúde, estão completamente enganados. Primeiro por que as caixinhas contêm apenas 30% de suco natural, isso se os fabricantes estiverem de acordo com a Atual Legislação de Rotulagem de Alimentos. Outro risco à saúde é a alta concentração de açúcar fora acidulantes, que pode desencadear problemas de saúde como diabetes tipo 2 e gerar sobrepeso.
 
O cachorro-quente é um queridinho entre as crianças, mas a salsicha passa por diversos processos industriais que a tornam um alimento nocivo ao organismo sensível dos pequenos. 
 
A maionese é quase imprescindível no preparo dos lanches que a criança consome, mas é rica em gorduras e não possui nutrientes relevantes, por isso é importante moderar a utilização no dia a dia da criança.
 
É claro que não se pode simplesmente “proibir” o consumo desses “alimentos” pouco saudáveis, a criança pode vez ou outra consumir esses alimentos, mas é fundamental que os pais não permitam que se torne um hábito na dieta dos seus filhos o consumo desses alimentos.
 
Crianças devem ter na dieta diária frutas, verduras e legumes. Devem ser estimuladas ao consumo de versões mais saudáveis de alimentos, por exemplo, pão integral ao invés do tradicional pão de forma. Os iogurtes com sabor e excesso de açúcar podem ser substituídos por iogurte natural com alguma fruta natural picada ou até mesmo cereal.
 
Opções não faltam para a substituição de alimentos nocivos por alimentos saudáveis, e se quiser oferecer à criança suco natural, utilize a fruta natural, água filtrada e comece a substituir a utilização do açúcar por mel de abelhas em quantidade moderada.
 
Cuide da saúde do seu filho!