"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Cuidado com o salto!


04/11/2012 - 23:00:00 | 499

 

Queridinhos das mulheres e símbolos de beleza e poder, os sapatos de salto alto alongam as pernas e ainda conferem aquele toque de elegância a qualquer visual. No entanto, para aproveitar todo esse glamour, é preciso tomar alguns cuidados.
 
O uso do salto alto é frequentemente associado a problemas de saúde, como joanete, dores na face dos dedos, dores no calcanhar, lesão ligamentar do tornozelo, varizes, tendinite e até mesmo problemas de coluna. 
 
Uma pesquisa recente da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP (Universidade de São Paulo) comprovou que sapatos de salto alto – principalmente quando usados por longos períodos – podem dar origem aos problemas citados e ainda outras doenças como inflamações de veias, vasinhos e trombose. Boa parte dessas doenças venosas são causadas pela sobrecarga ou por problemas na circulação sanguínea.
 
O uso frequente do salto alto impede que a perna trabalhe em seu ângulo ideal, o que por consequência limita a articulação e leva a um encurtamento da panturrilha. O resultado do mau funcionamento é o acúmulo de mais sangue na perna – e consequentemente, vasinhos ou outras doenças venosas.
 
No entanto, para a alegria das mulheres, evitar esses problemas é mais simples do que parece e ninguém precisa ser extremista a ponto de abrir mão do salto alto. Para começar, é bom preferir sapatos com saltos de até seis centímetros no dia a dia e guardar os mais altos para ocasiões especiais. Compressas ou escalda pés aliviam inchaços no final do dia.  Fazer exercícios físicos regularmente, em especial os que envolvem movimentação da coluna, pés e tornozelos, é outra boa alternativa.
 
Não é qualquer pessoa que pode usar sapatos de salto alto. Quem está passando por tratamentos de lesões devem evitá-los, uma vez que o uso do salto prejudica a cicatrização da lesão.
 
Por: AgComunicado