"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Diagnóstico da Disfunção Erétil


22/11/2012 - 23:00:00 | 1356
Como diagnosticar a Disfunção Erétil.
 
     Para que o médico possa escolher a melhor forma de tratamento para o paciente com disfunção erétil, é necessário conhecer a história clínica do paciente e realizar exames para um diagnóstico preciso. Além do exame físico realizado pelo médico, alguns exames complementares são necessários para o diagnóstico.
 
     Exames laboratoriais como glicemia ou hemoglobina glicosilada e testosterona são essenciais para o diagnóstico, pois a disfunção pode ser sintoma da diabetes e mesmo que em porcentagem baixa, a deficiência hormonal pode ser uma das causas da impotência. 
 
     Outro exame utilizado no diagnóstico é a Monitoração da Tumescência Peniana Noturna, que consiste em monitorar se ocorre ereção durante o sono. Alguns selos são fixados ao redor do pênis para avaliar se existe ereção. Em caso de ereção os selos não ficarão fixos na pele. Esse processo é monitorado por laboratórios especiais ou mesmo ambulatorialmente. A ausência de ereção noturna pode indicar problemas orgânicos. 

A ultrassonografia com Doppler Peniano com Drogas Vasoativas é um exame que fornece informações sobre a forma do pênis após o relaxamento da musculatura lisa causada pela injeção de drogas vasoativas (que atuam diretamente nos vasos sanguíneos). Através da visualização da velocidade do fluxo sanguíneo na artéria peniana é possível caracterizar se a disfunção é psicológica ou orgânica. 

     Outro exame que pode ser solicitado pelo médico é a Cavernosometria ou Cavernosografia, que constitui em injetar contraste nos vasos sanguíneos do pênis para que o médico possa avaliar a pressão sanguínea e fluxo de sangue, assim como uma eventual anormalidade nos vasos sanguíneos. Esse exame é realizado por um urologista especializado e sob anestesia local. 
 
     Após a análise da história clínica do paciente e o resultado dos exames, o médico poderá sugerir o melhor tratamento para o paciente que sofre de disfunção erétil. Alguns pacientes precisam de tratamentos mais complexos que incluem cirurgias, outros podem apresentar melhora considerável com o uso de medicamentos naturais ou manipulados, como a tribulus terrestris.