Televendas & SAC (11)4224-4550 ou (11)93802-7841

Vale a pena descobrir a presença do tumor de próstata em pessoas acima dos 70? Não se sabe ao certo. De acordo com uma pesquisa publicada no periódico Journal of Clinical Oncology, descobrir um câncer de próstata em homens acima dos 70 anos pode até aumentar a expectativa de vida do paciente. O tratamento, no entanto, tende a ser feito por procedimentos muito dolorosos, desgastantes e caros.  

Os pesquisadores descobriram que, enquanto 24% dos homens com idade próxima aos 50 anos fazem o exame de detecção para o tumor de próstata, cerca de 46% daqueles com mais de 70 anos passam pelo mesmo exame. De acordo com Scott Eggener, da Universidade de Chicago e um dos autores do estudo, deveria acontecer o contrário. Ele afirma: “O exame foi criado para os homens de 50 anos, é esse o grupo que mais deve fazê-lo”, É que são os homens nesta faixa etária que mais conseguem se beneficiar da descoberta precoce da doença. 
 
O levantamento dos médicos americanos reforça a discussão sobre a eficácia do exame em idosos. Em 2008, o U.S. Preventive Services Task Force, órgão federal americano dedicado à prevenção de doenças, divulgou um relatório afirmando que os prejuízos causados pelo tratamento da doença em homens acima dos 75 anos seriam maiores do que os benefícios. 
 
Apesar das recomendações e das  pesquisas, a medicina ainda não estabeleceu padrões para a realização dos exames preventivos do câncer de próstata em homens com mais de 70 anos. Hoje, ela é estabelecida na conversa entre médico e paciente. É durante a consulta médica que os dois lados devem se perguntar e decidir se o exame é realmente necessário.

 

Autor:  Agência Comunicado

Fonte:  Veja Online