"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Florais de Bach: quando o tratamento da doença vai além do aspecto físico


04/11/2012 - 23:00:00 | 672


Essências energéticas extraídas das flores, os florais de Bach objetivam transformar estados mentais e emocionais negativos, em positivos. Tratam o indivíduo, e não a doença ou sintomas, atuando na sua condição emocional. Foi Edward Bach, um renomado médico bacteriologista e patologista, nascido na Inglaterra em 1886, o criador dos famosos florais que levam o seu nome. Dedicou-se ao estudo dos diferentes tipos de personalidades e à busca de determinadas plantas com o poder de curar. Cansado e insatisfeito com a medicina ortodoxa que, segundo ele, não tratava da causa das doenças, mas apenas dos sintomas, desenvolveu um sistema de tratamento baseado em 38 essências florais para cuidar de todos os aspectos da natureza humana e estados mentais negativos que acompanham as doenças.

Para Bach, a doença se instala quando não seguimos a nossa própria vontade e este conflito interior se manifesta através da saúde. Outro fator que gera a doença é agir com crueldade e causar o mal aos demais. Segundo ele, a doença constituía a forma mais eficaz para harmonizar personalidade e alma.

Bach atribuía a determinadas flores, árvores e arbustos o poder curativo, capazes de elevar a natureza humana e aproximar-nos da nossa Alma, trazendo a paz e aliviando os sofrimentos. Com essa finalidade, desenvolveu 38 essências, e as dividiu em sete grupos – medo, indecisão, falta de interesse, solidão, excesso de sensibilidade a influencias e opiniões, desalento ou desespero, preocupação excessiva com o bem estar dos outros. Além disso, criou o Rescue, considerado um remédio para emergências. Deste total, apenas um não é feita através de flores, mas da água de uma fonte pura, curativa e especial chamada Rock Water.

Como não interagem com nenhuma outra medicação, os Florais de Bach podem ser tomados mesmo durante um tratamento com medicamentos alopatas ou homeopatas.  
Também não apresentam efeitos colaterais. No entanto, se houver algum sentimento ou emoção contida, estes poderão vir à tona, num processo de limpeza interior. Isto, segundo os estudiosos dos florais de Bach, é normal e provisório, e não deve interferir na continuidade do seu uso. Entretanto, é bom ter claro que os Florais de Bach devem ser utilizados como tratamento coadjuvante, e não como substitutos para tratamentos da medicina tradicional.

Por: AgComunicado