"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Gordura abdominal é prejudicial à saúde


04/11/2012 - 23:00:00 | 1244

A gordura abdominal, também chamada de “pneuzinho”, não só atrapalha a beleza, como a saúde. Isso porque ela é diferente de outros tipos de gordura do corpo. Trata-se de uma gordura metabolicamente mais ativa, com maior tendência a produzir substâncias inflamatórias.

Ao contrário da gordura amarelada presente nas camadas da pele, a gordura abdominal é a conhecida entre os médicos e nutricionistas como “gordura marrom”, por conta de seus inúmeros vasos sanguíneos. Essa gordura gera resistência à insulina, o hormônio responsável pela entrada de açúcar nas células. Essa resistência pode ser associada à diversos problemas de saúde, sendo mais comum a lesão na parede dos vasos sanguíneos.

Esta gordura também compromete a expansão pulmonar, ou seja, a entrada de oxigênio para o organismo. Por conta desta falha no aparelho respiratório, as chances de obter doenças crônicas como a asma, aumentam.

A asma é uma doença crônica e inflamatória, caracterizada pela inflamação das vias respiratórias.  E segundo a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, pode surgir ou ser agravada com a presença de substâncias pró-inflamatórias (produzidas pela gordura abdominal). Os sintomas mais frequentes são a falta de ar, cansaço, sensação de “aperto no peito” e tosse. Não há cura definitiva, mas existem tratamento que podem prevenir ou controlar as crises.

Um estudo recente publicado na revista “Journal of Asthma”, revelou que existe uma ligação entre a obesidade ou sobrepeso e asma, sendo que a maior incidência é em mulheres. Os pesquisadores acreditam que a razão para diferença de predisposição entre gêneros possa ser hormonal, mas ainda não está totalmente estabelecida.

A saliência no abdome pode ter diversas causas: predisposição genética, alterações hormonais, retenção de líquidos, sedentarismo e até mesmo, má postura. A forma mais eficaz para evitar ou perder a gordura abdominal é conciliar a prática de exercícios físicos à uma alimentação balanceada. Procure  ajuda de um nutricionista ou endocrinologista e monte uma cardápio adequado ao seu estilo de vida e padrão alimentar. Caminhada, ciclismo, yoga e pilates são ótimas atividades para fugir do sedentarismo e manter o corpo em forma!

Por: AgComunicado