"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Implante de seios com código de barras


03/01/2017 - 23:12:16 | 263

Códigos de barras estão sendo impressos em implantes de seios e outros itens médicos para a segurança do paciente. Está é uma iniciativa do departamento de saúde do Reino Unido para evitar escândalos como um que ocorreu em 2010 causando por uma empresa Francesa de nome Poly Implant Prothèse (PIP) fundada em 1991. O escândalo foi porque a empresa estava ilegalmente fabricando e vendendo implantes mamários com  silicone de baixa qualidade e mais barato desde 2001 (em vez de usar o silicone obrigatório de grau médico que eles usavam anteriormente). Milhares de implantes realizados pelo PIP de 2001 a 2010 tiveram um risco de 500% maior de ruptura ou vazamento do que os modelos que são considerados de qualidade para serem aprovados. Estes implantes causaram várias mortes devido à toxicidade sistêmica e vários casos de câncer de mama induzido. O escândalo que produziu um medo enorme levou a uma retirada completa dos implantes da empresa pelo Ministério da Saúde francês em 2010,  mas a aquela altura a empresa já estava falida.

O novo sistema destina-se a registrar cada medicamento e implante dado aos pacientes através de escaneamentos dos produtos e a pulseira de identidade do paciente. Isso pode vidas já que todas as semanas muitos pacientes morrem porque recebem remédio ou cuidados errados.

 

O sistema tem objetivo de evitar erros e corrigir erros, pois quando as coisas derem errado, será mais rápido e mais fácil de descobrir por que e o que pode ser feito. O médico poderá usar os códigos de barras para inventário e para ver se os lotes de medicamentos estão dentro da validade. Também os cirurgiões poderão monitorar se um implante está desgastado e precisa ser substituído por uma nova prótese.

Fonte: bbc.co.uk/news/health-38403388