"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Mais um benefício do suco de cranberry


04/11/2012 - 23:00:00 | 2337

Os cientistas vêm estudando nos últimos anos os potenciais benefícios para a saúde do suco de cranberry (oxicoco ou mirtilo). É uma fruta pequena e vermelha, bastante conhecida nos Estados Unidos e Europa. Seu suco combate uma série de doenças, como as cistites ou infecções urinárias. Há uma substância na fruta que impede a adesão das bactérias nas paredes da bexiga, em especial a Escherichia Coli (E-coli), maior causadora das cistites. O cranberry também contém vitaminas A,C e D, e é rico em flavonoides, que combatem os radicais livres.

Esse mecanismo que impede a adesão bacteriana, além de ser ótimo no combate à cistite, pode funcionar no combate à úlcera. As proantocianidinas presentes na fruta podem impedir a fixação da bactéria Helicobacter plorim (causadora de gastrite e úlceras) na mucosa estomacal. Vários estudos contatam que pessoas propensas a desenvolver úlceras apresentam melhoras ao consumir o suco de cranberry.

Em um estudo duplo-cego realizado em 2008 e publicado na revista Nutrition, pesquisadores acompanharam crianças e adolescentes que apresentaram resultado positivo para a bactéria H. Pylory. Ao longo de 3 semanas, um grupo ingeriu diariamente 200 mililitros do suco de cranberry, outro grupo ingeriu um suplemento probiótico com diferentes bactérias e um terceiro grupo ingeriu placebo. Ao final, o grupo que ingeriu o suco de cranberry apresentou índices de erradicação  da bactéria H. Pylory significativamente maiores do que o grupo que ingeriu placebo , e índices ligeiramente melhores que o grupo que ingeriu o suplemento probiótico. Conclusão: o suco de cranberry pode realmente auxiliar na prevenção de úlceras estomacais.

Porém, alguns especialistas advertem que se o suco de cranberry for ingerido em excesso, ele pode provocar desarranjos intestinais. Os diabéticos também devem evitar a ingestão do suco, por conta da frutose, e as pessoas que tomam remédios anticoagulantes também devem evitá-lo, pois pode haver interação com algumas substâncias da fruta.

Por: AgComunicado