"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

O MICROAGULHAMENTO QUE PODE COMBATER ESTRIAS, RUGAS E CICATRIZES DE ACNE


27/04/2016 - 09:49:29 | 823

 

 

A TÉCNICA LESIONA A PELE E A ESTIMULA NA PRODUÇÃO DE COLÁGENO

 

Talvez você nunca tenha ouvido falar na técnica do microagulhamento, mas se tem estado descontente com a textura da pele, com marcas de espinhas ou até mesmo com rugas e linhas de expressão, esse pode ser um procedimento indicado para ter a pele que sempre quis.

A especialista em Fisioterapia Dermato-Funcional e Estética, Ludmila Bonelli, explica que a técnica do microagulhamento é inovadora, mas não se trata de um procedimento agradável por conta da dor e dos ferimentos que são realizados na pele, mas ressalta que se o procedimento for realizado por profissional capacitado, o resultado pode ser muito satisfatório.

A dor e os ferimentos fazem parte do processo, já que o microagulhamento é realizado por meio de um aparelho conhecido como roller que possui inúmeras agulhas. As agulhas abrem pequenas “fendas” na pele e esse ferimento é capaz de estimular a produção de colágeno e regenerar a pele. Mas não é só isso, além da técnica, substâncias ativas são utilizadas a fim de otimizar os efeitos da técnica.

Segundo o artigo Microagulhamento: terapia de indução de colágeno provoca microferimentos na pele para preencher marcas, a recuperação após o procedimento leva um tempo e nos primeiros dias a pele pode apresentar vermelhidão semelhante à exposição solar sem protetor solar, mas entre 3 e 7 dias a aparência costuma suavizar.

A especialista explica que pelo fato do mocroagulhamento provocar lesões, é preciso ter cuidado com o tipo de produto escolhido no tratamento: “Quando fendas são abertas na pele, abrem-se espaços e nesses espaços só podem ser colocados ativos, por exemplo, que não sejam ácidos. Ácidos ou produtos com pH muito ácido podem interferir fortemente sobre a pele”.

A esteticista esclarece que a vitamina C, por exemplo, que é um dos ácidos mais procurados por apresentar bons resultados, não é o ideal após o procedimento de microagulhamento, isso porque a fórmula da vitamina C é o ácido ascórbico e ao abrir fendas na pele e introduzir este ácido, uma sensação de ardência será gerada e a pele reagirá a essa acidez, por este motivo, vitaminas C “lipossomadas” seriam as mais indicadas, por causarem menor agressão.

De acordo com a matéria 10 coisas que você precisa saber antes de fazer um procedimento de microagulhamento, é explicado que o procedimento utiliza microagulhas de 0,5 a 2,5 milímetros de comprimento e que NUNCA podem ser reutilizadas. Não há como esterilizar o roller e por isso, deve ser usado uma única vez e descartado, sem contar que o aparelho deve ser certificado pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

A especialista relata que em cursos para os quais ministras pelo Brasil, se depara com pessoas que utilizam o roller (com as agulhas) mais de uma vez e alerta que a utilização de ácidos após o procedimento de microagulhamento não é o mais indicado, assim como destaca:

 

“Após o procedimento em clínica, o cliente vai para casa e muitas pessoas acham que após o procedimento e as substâncias que foram aplicadas deve ser aplicado o filtro solar. Mas é importante entender que o protetor solar não é um ativo regenerador da pele. Se trata de um produto mais físico, e não pode ser usado com a finalidade de penetrar profundamente na pele. Então não é indicado após o microagulhamento usar o protetor solar”.

 

Ela explica que o ideal é que a técnica seja realizadal no final do dia, quase à noite, porque assim o cliente vai direto para casa, sem contato com luz agressiva, o que o dispensará do uso do filtro solar que também não é o mais indicado após a sessão.

 

 

ATIVOS PODEROSOS QUE REÚNEM TECNOLOGIA E EXCELENTES EFEITO SOBRE A PELE

 

A especialista revela que a tendência atual por conta da bionanotecnologia é utilizar ativos que tenham o que é conhecido como biocompatilidade. Ela explica que a estrutura da pele é impermeável, um exemplo é quando o corpo fica submerso na água e ao sair da piscina, pode-se perceber que a água não penetra na pele. Alguns ativos podem chegar na camada de gordura da pele e para isso, esses ativos precisam ter um condutor e um exemplo destacado pela especialista é o Silanol, um permeador feito no seu envolvimento pelo silício orgânico que também está presente na pele: “Então quando se usa um permeador e dentro dele se utiliza uma ativo diferenciado dentro do Silanol, o “entendimento” da pele para receber esse ativo é maior. Então a permeação unida à biocompatibilidade faz com que o resultado seja muito mais rápido do que em outras estruturas”.

Outro ativo destacado por Ludmila Bonelli no caso de redução de estrias e em casos de rugas, porque se trata de um preenchedor é o Accel, que também é um silanol, mas que reúne na formulação o ácido hialurônico. Trata-se de um silanol que penetra na pele com a estria ou com a ruga e fará a hidratação do colágeno presente na pele e esse colágeno reconhece o silício orgânico com rapidez e desta forma, a absorção será imediata.

Outro ativo citado pela especialista é o extraído da laranja amarga (do extrato ou folha). A laranja amarga tem sido estudada como importante agente que contribui para a diminuição da gordura dentro do tecido adipócito, localizado na região do abdômen:

 

“Hoje existem produtos específicos para a gordura abdominal. São ativos estudados para tratar as células adiposas do abdômen porque são as células que mais reagem ao excesso de estresse. Quando mais estresse, mais liberação de cortisol que se instala e aumenta a quantidade de gordura dentro do adipócito”.

 

A esteticista finaliza relatando que hoje existem no mercado produtos que unem a laranja amarga à cafeína e que prometem um grande poder lipolítico em um mesmo produto, ou seja, atuam na queimação de gorduras na região abdominal de maneira surpreendente.

Você se renderia à técnica do microagulhamento ou à utilização de alguns destes ativos poderosos?

 

 

Dra. Ludmila Bonelli possui mais de 14 anos de experiência em Fisioterapia Dermato-Funcional e Estética.

Site: www.bellebonelli.com.br

Fanpage: www.facebook.com/LudmilaBonelli

 

 

 

Fontes

Congresso Nacional de Saúde e Estética Funcional. CONASEF: www.conasef.com.br

Microagulhamento: terapia de indução de colágeno provoca microferimentos na pele para preencher marcas. Ler Saúde: www.lersaude.com.br/microagulhamento-terapia-de-inducao-de-colageno-provoca-microferimentos-na-pele-para-preencher-marcas

10 coisas que você precisa saber antes de fazer um procedimento de microagulhamento (“dermaroller”)! – Dermatologia e Saúde: dermatologiaesaude.com.br/estetica/10-coisas-sobre-procedimento-de-microagulhamento-dermaroller