"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

O cigarro causa impotência sexual


05/12/2012 - 23:00:00 | 1508

A impotência sexual é uma das coisas que mais atemoriza os homens hoje em dia. A impotência é atribuída muitas vezes a fatores psicológicos ou do cotidiano, porém hoje sabemos que as causas da impotência são muito amplas.
 
Uma das causas da impotência é o uso contínuo do cigarro, pois enrijece as artérias que irrigam o sangue para o pênis. O uso do cigarro sempre passou a impressão de que só causava males aos pulmões e coração, porém as toxinas do cigarro atingem também o sistema genital e urinário.
 
 Apesar da fumaça do cigarro passar pelos pulmões, eles não são os únicos órgãos prejudicados, pois as toxinas do cigarro entram em contato com todos os órgãos do corpo através da circulação. Por esse motivo o cigarro acaba sendo uma das causas da impotência sexual. 
 
No pênis acontece a mesma coisa que nas artérias coronárias. O uso contínuo do cigarro deixa as artérias entupidas e com pouca dilatação, diminuindo o fluxo sanguíneo nos vasos sanguíneos que percorrem o pênis. Por isso a ereção não ocorre, pois necessita de alta concentração de sangue na região. 
 
A precocidade da impotência vai depender do consumo diário do cigarro, do tempo de tabagismo e da associação com doenças como diabetes e hipertensão. Alguns anos atrás, um estudo canadense confirmou que um maço de cigarros por dia equivale a 60% mais riscos de sofrer uma disfunção erétil, se comparado à homens que nunca fumaram. Portanto, quanto antes o homem parar de fumar, os riscos de sofrer com a impotência sexual serão menores. 
 
O tratamento da impotência sexual varia de acordo com a causa. No caso do tabagismo, o primeiro passo é suspender o uso do cigarro. Medicamentos também podem ser prescritos para tratar a impotência. Medicamentos naturais como o Tribulus Terrestris contribuem para o aumento da testosterona que reforça a ereção, além de ajudar na rápida recuperação após a atividade sexual. 
 
Vale lembrar que entre todos os malefícios do cigarro, uma das maiores é o risco de câncer de pulmão e boca.