Warning: unlink(/var/www/storage/cache/cache.catalog.language.1656510970): Permission denied in /var/www/onlinefarma.com.br/system/library/cache/file.php on line 17Warning: unlink(/var/www/storage/cache/cache.currency.1656509615): Permission denied in /var/www/onlinefarma.com.br/system/library/cache/file.php on line 17Warning: unlink(/var/www/storage/cache/cache.order_status.2.1656510012): Permission denied in /var/www/onlinefarma.com.br/system/library/cache/file.php on line 17Warning: unlink(/var/www/storage/cache/cache.store.1656510012): Permission denied in /var/www/onlinefarma.com.br/system/library/cache/file.php on line 17Warning: unlink(/var/www/storage/cache/cache.catalog.language.1656510970): Permission denied in /var/www/onlinefarma.com.br/system/library/cache/file.php on line 68Warning: fopen(/var/www/storage/cache/cache.catalog.language.1656533988): failed to open stream: Permission denied in /var/www/onlinefarma.com.br/system/library/cache/file.php on line 49Warning: flock() expects parameter 1 to be resource, bool given in /var/www/onlinefarma.com.br/system/library/cache/file.php on line 51Warning: fwrite() expects parameter 1 to be resource, bool given in /var/www/onlinefarma.com.br/system/library/cache/file.php on line 53Warning: fflush() expects parameter 1 to be resource, bool given in /var/www/onlinefarma.com.br/system/library/cache/file.php on line 55Warning: flock() expects parameter 1 to be resource, bool given in /var/www/onlinefarma.com.br/system/library/cache/file.php on line 57Warning: fclose() expects parameter 1 to be resource, bool given in /var/www/onlinefarma.com.br/system/library/cache/file.php on line 59Warning: unlink(/var/www/storage/cache/cache.catalog.language.1656510970): Permission denied in /var/www/onlinefarma.com.br/system/library/cache/file.php on line 68Warning: fopen(/var/www/storage/cache/cache.catalog.language.1656533989): failed to open stream: Permission denied in /var/www/onlinefarma.com.br/system/library/cache/file.php on line 49Warning: flock() expects parameter 1 to be resource, bool given in /var/www/onlinefarma.com.br/system/library/cache/file.php on line 51Warning: fwrite() expects parameter 1 to be resource, bool given in /var/www/onlinefarma.com.br/system/library/cache/file.php on line 53Warning: fflush() expects parameter 1 to be resource, bool given in /var/www/onlinefarma.com.br/system/library/cache/file.php on line 55Warning: flock() expects parameter 1 to be resource, bool given in /var/www/onlinefarma.com.br/system/library/cache/file.php on line 57Warning: fclose() expects parameter 1 to be resource, bool given in /var/www/onlinefarma.com.br/system/library/cache/file.php on line 59 O que é a nova mutação do COVID-19 ?

Seja bem vindo a Online Farma!

Primeiramente é normal que ocorram mutações de vírus, porém essas mutações não são fáceis de ser identificadas por exames disponíveis, neste artigo você irá entender com mais detalhes o que é a nova mutação do Covid-19.

A mutação ocorre quando existe uma mudança no código genético de um microrganismo específico, algumas mutações não alteram o vírus, outras podem alterar traços que ocorrem em mudanças de comportamento da doença em si.

Como ocorre a mutação de um vírus?

Antes de tudo os vírus são uma sustentação simples que não costuma ter tantos erros de replicação. Porém quando seu material genético é duplicado podem acontecer erros instáveis que podem ser vantajosos ou não para o vírus. As vantagens predominantes são as escolhidas a cada linhagem.

Entenda qual é a diferença entre a nova variante da COVID-19 e a versão já conhecida

A princípio foram detectadas três principais variantes do vírus SARS-CoV-2 , a mais relevante delas sem dúvida é a do Reino Unido, a variante ocorreu em um local que codifica a proteína conhecida como Spike.

Assim como, outra variante surgiu no Amazonas e é conhecida como P.I. e causou grande mudanças na sequência genética do vírus, isso gerou uma modificação de proteínas e ainda não se sabe exatamente como será o impacto dessa variante.

Contudo, ainda existe uma terceira variante encontrada na África do Sul e esta variante tem causado maiores aflições pois as vacinas atuais não estão conseguindo combate-la com eficácia.

Seja como for é importante lembrar que estão todos em constante estudo e aprimoramento para entender cada vez mais sobre o vírus e suas mutações, pois é provável que existam diversas variantes relevantes circulando e com isso de certa forma facilita o trabalho de estudos e busca de respostas dos pesquisadores, cientistas e da medicina.

A Nova variante pode interferir na eficácia das vacinas em teste?

Ainda não se tem uma resposta concreta referente a nova variante do Covid-19, mas neste momento estão ocorrendo diversos estudos para identificar e demonstrar o quanto a variante pode interferir na eficácia das vacinas. As respostas logo chegarão.

Quais são os primeiros e principais sintomas do Covid-19? 

Definitivamente sabemos o quanto é importante que você saiba identificar os primeiros sintomas do Coronavírus, tanto para se cuidar quanto para proteger o próximo do possível contágio, é muito importante ter empatia com todos neste momento.

Geralmente o vírus pode ficar incubado no corpo de 2 à 14 dias a partir do instante do contágio. E os sintomas geralmente se manifestam a partir do 5º dia.

Os primeiros e principais sintomas são:

  • Febre alta
  • Tosse seca
  • Fadiga
  • Dificuldade para respirar
  • Perda de paladar ou olfato

Lembrando que algumas pessoas tiveram também alguns sintomas menos comuns como: dor de cabeça, congestação nasal; inflamação na garganta; dores no corpo; diarréia e erupção cutânea na pele ou descoloração dos dedos das mãos ou dos pés.

Sintomas graves do Covid-19

  • Dessa forma os sintomas mais graves são:
  • Falta de ar ou dificuldade de respirar
  • Dor ou pressão no peito
  • Perda de movimento ou fala

Quando tiver sintomas graves procure atendimento médico imediato, e de preferência ligue no hospital ou posto de saúde antes de ser atendido.

Em caso de sintomas leves a pessoa deve se cuidar e ficar em isolamento total no mínimo 14 dias.

Por fim, geralmente 80% dos casos há uma certa melhora nos sintomas, mas os sintomas podem mudar e se tornarem de leves a moderados, por isso é importante ficar atento em todos os sinais caso o quadro se fortaleça.

Portanto de acordo com o infectologista Luis Fernando Aranha, da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein se os sintomas se tornarem severos podem afetar 50% do pulmão o que resulta em insuficiência respiratória, com isso é necessário a utilização de respiração mecânica e permanência na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo). 

Lembrando que em casos graves o Covid-19 pode levar à óbito, independente da idade do paciente, cada organismo reage de uma forma diferente ao vírus, lembrando que existem casos assintomáticos que ainda sim podem transmitir a doença para outras pessoas.

Logo, o número de infectados tem aumentado a cada dia no Brasil e no mundo por este motivo devemos tomar os devidos cuidados de higiene, proteção e distanciamento social, utilize toda forma de proteção e pense na sua vida e na vida do próximo.