"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Ômega 3: uma gordura do bem


04/11/2012 - 23:00:00 | 593

 

O ômega 3 é uma gordura considerada saudável que o organismo não produz e, por conta disto, deve ser ingerida através da alimentação. Diversos estudos já comprovaram que ingerimos uma quantidade inferior à necessária (uma média de 60% a menos). O consumo do ômega 3 é frequentemente associado à prevenção de doenças, em especial as degenerativas, e também à saúde da mãe e do bebê durante a gestação. O ômega 3 atua em diversos situações de saúde. Confira abaixo algumas delas:
 
Tratamento de obesidade – O sobrepeso ou obesidade também é associado a inflamações. Como o ômega 3 possui ação antiinflamatória, ele ajuda nesse tratamento. O consumo regular do ômega 3 em cápsula ainda pode aumentar a produção dos hormônios responsáveis pela saciedade.  
 
Redução do risco de doenças cardiovasculares – O ômega 3 atua na redução dos níveis de triglicérides, no colesterol total e no LDL, o colesterol ruim. Suas propriedades também ajudam a reduzir a pressão arterial e previne a agregação plaquetária. 
 
Tratamentos de depressão –  Pessoas deprimidas apresentam um índice plasmático de ômega 3 inferior ao necessário, e é neste ponto que a suplementação pode ajudar. O ômega 3 pode equilibrar os neurotransmissores e com isso, melhorar as oscilações de humor, reduzir a ansiedade e irritabilidade e evitar os problemas de insônia. 
 
Alívio em lesões musculares – Quem pratica atividades físicas pode obter um grande benefício com esse nutriente. A ingestão regular de ômega 3 pode prevenir as lesões musculares ocasionadas pelas atividades físicas intensas (como por exemplo, a natação) e reduzir a necessidade de usar medicamentos antiinflamatórios. 
 
Portanto, vale se atentar ao cardápio e incluir mais fontes de ômega 3 nas refeições. Você pode encontrar o ômega 3 em peixes como o salmão e a sardinha ou mesmo em cápsulas de óleo de peixe e óleo de linhaça. O ideal é consumir esses alimentos, ao menos, duas vezes durante a semana. 
 
Por: AgComunicado