"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Spirulina: um santo remédio para a saúde e estética


25/06/2014 - 23:00:00 | 816
 
 

Previne contra diversas doenças e ajuda a emagrecer  

 

A spirulina é pouco conhecida, mas que já existe há mais de 3.500 milhões de anos. Esta bactéria é responsável por oferecer diversos benefícios para a saúde e inclusive ajuda no emagrecimento.  O alimento é rico em fibras e proteínas, aliado do organismo para fortalecimento do sistema imunológico, combate alergias, controla hipertensão e colesterol alto e como já dito, ajuda na queima de gorduras.  
 
A spirulina por muito tempo foi considerada uma alga, embora na realidade seja uma bactéria composta por (60%) de proteínas, rica em vitaminas como o betacaroteno, vitamina 12 e minerais como, zinco, ferro selênio e cobre.  
 
De que forma ajuda no emagrecimento? 
 
Por se tratar de um alimento rico em principalmente proteínas, é muito indicado o consumo para pessoas que praticam atividade física. Podem também ingerir por meio de cápsulas.  Estudos relacionam a substância  à perda de peso pelo fato da existência da chamada fenilalanina, que está presente na alga, responsável por influenciar a transmissão de neurotransmissores responsáveis por controlar a sensação de saciedade.  
 
Alguns benefícios da spirulina 
 
  • Ótimo para a saúde ocular; 
  • Rica em antioxidantes, ajuda no fortalecimento do sistema imunológico; 
  • Auxilia nas funções digestivas; 
  • Ajuda na eliminação das toxinas do organismo; 
  • Possui efeito de clarear as estrias; 
  • É benéfica para o sistema cardiovascular  
  • É indicado o consumo para os vegetarianos, pois as vitaminas presentes na spirulina são semelhantes as existentes na composição da carne vermelha. 
 
Algumas contraindicações: 
 
Não é indicado o consumo para pessoas portadoras de doenças autoimunes, como: esclerose múltipla, artrite, reumatoide e fibromialgia, por exemplo. Por ter forte ação no sistema imunológico pode alterar os efeitos dos medicamentos imunossupressores. 
Grávidas e lactantes também devem tomar cuidado, pois não são testadas as reações desta  bactéria nestes casos. Na dúvida o aconselhável é a consulta de um médico especialista.  
 
Consumo em cápsulas 
 
A ingestão por meio das cápsulas é o método mais prático. Você pode abrir  as cápsulas e utilizar o conteúdo no preparo de vitaminas, por exemplo. O conteúdo não tem gosto e pode ser misturado com frutas de sua preferência.