"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Os problemas de sono e a nossa alimentação!


09/09/2013 - 23:00:00 | 580
 
Um estudo, publicado na revista Obesity, examinou se a privação de sono iria prejudicar ou alterar os hábitos de compras de um indivíduo, com base na hipótese de que a privação do sono pode diminuir o nível superior de pensamento e pode causar o aumento da fome. O triptofano é um importante aminoácido que precede a serotonina, um neurotransmissor capaz de produzir sensação de bem-estar que também ajuda a proporcionar um sono regular.
 
 
Os pesquisadores recrutaram 14 homens com peso normal e saudável para sua pesquisa. No início do estudo, todos os participantes inscritos foram confirmados como tendo ritmos normais de sono e vigília. Os sujeitos foram convidados a ter uma noite inteira de sono normal e uma noite inteira de privação total de sono. Os níveis sanguíneos dos homens foram medidos, tanto após uma boa noite de sono quanto após uma noite de privação de sono.
 
 
Os resultados revelaram que após a privação de sono as concentrações do hormônio grelina - hormônio que aumenta a fome - foram significativamente maiores.  No ano passado, um estudo da Universidade da Califórnia sugeriu que uma má noite de sono pode levar a escolhas alimentares pouco saudáveis por prejudicar a atividade no lobo frontal do cérebro - uma área vital para fazer boas escolhas alimentares.
 
 
Os pesquisadores acrescentam, no entanto, que estes não se correlacionam com o comportamento de compra de alimentos. O Dr. Colin Chapman, primeiro autor do estudo da Universidade de Uppsala, na Suécia, diz: "Trabalhamos com a hipótese de que o impacto da privação de sono sobre a fome e a tomada de decisão faria a " tempestade perfeita " no que diz respeito ao shopping e compra de alimentos, deixando os indivíduos com mais fome e menos capazes de empregar o autocontrole".
 
 
"Nossa descoberta fornece uma forte justificativa para que os pacientes com preocupações em relação à ingestão calórica e ganho de peso mantenham um horário de sono saudável e normal". Os pesquisadores dizem que são necessários estudos de acompanhamento para resolver se estes resultados são mais proeminentes dentro das populações obesas e naqueles com distúrbios do sono crônico.