"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Os sintomas mais comuns da esclerose múltipla!


11/09/2013 - 23:00:00 | 1335
 
 
Sensações anormais: Pessoas com esclerose múltipla frequentemente dizem que sentem uma sensação de "formigamento". Eles também podem ter dormência, coceira, queimação, fincada, ou dores. Cerca de metade das pessoas com esclerose múltipla têm esses sintomas desconfortáveis. Felizmente, eles podem ser gerenciados ou tratados.
 
 
Problemas de bexiga: Cerca de 8 em cada 10 pessoas têm problemas de bexiga, que podem ser tratados. Você pode precisar urinar muitas vezes, com urgência, precisar ir à noite, ou ter dificuldade de esvaziar a bexiga completamente. Problemas intestinais, principalmente constipação, também são comuns.
 
 
Dificuldade para caminhar: A esclerose múltipla pode causar fraqueza muscular ou espasmos, o que torna mais difícil andar. Problemas de equilíbrio, os pés dormentes e fadiga também podem fazer a caminhada difícil.
 
 
Tontura: É comum sentir tonturas ou vertigens. Você normalmente tem vertigem, ou a sensação de que a sala está girando.
 
 
Fadiga: Cerca de 8 em cada 10 pessoas se sentem muito cansados. Isso muitas vezes vem à tarde e faz com que os músculos fiquem fracos, o raciocínio lento, ou dá sonolência. Isso geralmente não está relacionado com a quantidade de trabalho que você faz. Algumas pessoas com esclerose múltipla dizem que podem sentir-se cansados mesmo depois de uma boa noite de sono.
 
 
Espasmos musculares: Eles geralmente afetam os músculos da perna. 40% das pessoas tem um sintoma precoce de esclerose múltipla. Em progressiva esclerose múltipla, os espasmos musculares afetam cerca de 6 em cada 10 pessoas. Você pode se sentir leve ou rígido, e espasmos musculares dolorosos fortes.
 
 
Dificuldades sexuais: Estes incluem secura vaginal em mulheres e problemas de ereção nos homens. Tanto homens como mulheres podem ser menos sensíveis ao toque, ter um menor desejo sexual, ou ter dificuldade para atingir o orgasmo.
 
Problemas de fala: Às vezes a esclerose múltipla pode levar as pessoas a fazer uma pausa de um longo período de tempo entre as palavras e ter a fala arrastada ou nasal. Algumas pessoas também desenvolvem problemas de deglutição em estágios mais avançados de esclerose múltipla.
 
 
Problemas de concentração: Cerca de metade das pessoas com esclerose múltipla têm dificuldade de concentração que vem e vai. Para a maioria, isso significa raciocínio lento, falta de atenção, ou memória difusa. Raramente, as pessoas podem ter problemas graves que tornam difícil de fazer tarefas diárias. A esclerose múltipla não costuma mudar o seu intelecto e a sua capacidade de ler e entender conversas.
 
 
Tremores: Cerca de metade das pessoas com esclerose múltipla têm tremores. Eles podem ser menores ou tornar difícil de gerir as atividades diárias.
 
 
Problemas de visão: Problemas com os olhos tendem a ser um dos primeiros sintomas. Eles geralmente afetam apenas um olho e vão embora por conta própria. Sua visão pode ficar desfocada, cinza ou tem uma mancha escura no centro. De repente você pode ter dor nos olhos e uma perda de visão temporária.
 
 
Muito raramente, pessoas com esclerose múltipla podem ter problemas respiratórios ou convulsões. O tratamento da esclerose múltipla  tem como objetivo suavizar a atividade do sistema imunológico e impedir que este extinga ainda mais a mielina. É por isso que são utilizados corticóides e imunomoduladores como o medicamento interferon.