"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Pular refeições não ajuda a emagrecer


04/11/2012 - 23:00:00 | 661

Quem nunca escutou que “comer menos ou pular refeições emagrece”, “beber líquido durante as refeições aumenta a barriga”, “massas comprometem o emagrecimento”, e várias outras recomendações errôneas sobre o emagrecimento?

Há pessoas que seguem essas recomendações a risca. Porém, além de comprometer o bom emagrecimento, comprometem a saúde.

Eliminar refeições com o intuito de perder peso é uma das medidas pra lá de equivocadas. A pessoa pode até acreditar que perdeu alguns quilinhos indesejáveis com este sacrifício, mas longos períodos sem se alimentar interferem no funcionamento do metabolismo e a consequência é que o organismo não queima as calorias devidamente. Ou seja: o efeito é o inverso do esperado.

Beber água durante as refeições aumenta a barriga-- Ao ingerir algum líquido durante a refeição, ocorre uma espécie de dilatação momentânea no estômago e não o aumento da gordura ou massa abdominal. Dependendo da quantidade e da bebida, pode haver um comprometimento da acidez gástrica necessária para a boa digestão e absorção de nutriente, o que remete à ideia de fermentação de carboidratos (processo que causa aumento na formação de gases e traz a sensação de distensão abdominal).

Para prevenir esses problemas digestivos, não exagere na quantidade e prefira um copo pequeno de água ou suco de frutas cítricas – são ótimas fontes de vitamina C e facilitam a absorção de ferro presente em determinados alimentos. Evite líquidos gaseificados, como refrigerantes e sucos artificiais, pois além de não ter nutrientes importantes, são ricos em açúcar.

Alimentos diet possuem menos calorias que os convencionais-- Produtos diet são aqueles que  eliminam por completo algum tipo de nutriente, como o açúcar, proteínas, gordura e sódio. O chocolate dietético, por exemplo, não contém açúcar, mas é mais calórico que o tradicional por conta da quantidade de gordura de sua composição. Restringir determinados nutrientes até pode apresentar uma redução nas calorias, mas isso não significa que o alimentos erá menos calóricos que o convencional.

Para não comprometer a saúde e garantir um bom emagrecimento, busque orientação de um nutricionista. A reeducação alimentar e a mudança no estilo de vida são fatores cruciais para o plano dar certo.

Por: AgComunicado