"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

A importância da rotina do sono para o bebê e os cuidados que a mãe deve ter consigo mesma


29/06/2016 - 11:16:45 | 170

 

 

OS PRIMEIROS DOIS MESES DE VIDA DO BEBÊ SÃO MAIS DIFÍCEIS, SAIBA POR QUÊ

 

Impor às crianças horários e rotinas que precisam ser seguidas é fundamental para que se desenvolvam da maneira correta, tanto fisicamente quanto no que se refere à cognição.

O artigo Sono infantil: por que a rotina é tão importante e como fazer isso, destaca que de acordo com estudo realizado pela Universidade de Queensland, na Austrália, 2.900 crianças de 0 a 5 anos foram analisadas e dois anos mais tarde, outra análise era feita para as devidas conclusões. E a conclusão foi a de que as crianças com rotina de descanso desorganizada apresentavam maiores riscos de desenvolver problemas como o déficit de atenção e dificuldade de aprendizado na escola. O mesmo artigo destaca que uma em cada três crianças apresenta problemas de sono.

A pediatra Renata Scatena explica, que quando uma criança nasce precisa amadurecer muitos processos, sendo um deles, o processo de sono e vigília que regula o momento em que se dorme e o período em que se deve ficar acordado. O recém-nascido não tem essa capacidade de distinção amadurecida no cérebro e começará a amadurecer por volta dos dois, três meses de idade: “É muito frequente as mães chegarem ao consultório acabadas, exaustas e falando que o bebê troca o dia pela noite, na verdade o bebê ainda não tem a capacidade de assimilar e diferenciar o que é dia de noite, vai aprender com o tempo”.

A especialista orienta que para que as mães consigam passar por essa fase dos dois primeiros meses da criança de forma mais amena (já que por si só não é um processo fácil), é importante que haja descanso e que essas mães consigam descansar durante os momentos de sono do bebê. Para isso, a pediatra aconselha que a mãe tenha alguém a quem possa delegar algumas funções para que fique apenas com o cuidado com a criança ao menos nos primeiros dois meses que é o período mais difícil:

“Uma dica importante é a mãe colocar aqueles slings, colocar o bebê para dormir em contato consigo. O bebê gosta de sentir a respiração da mãe, de sentir os batimentos cardíacos da mãe, se sente mais seguro e nesse momento a mãe também consegue descansar.”

A especialista acrescenta que o sono da mãe em dia é importante por dois motivos: no momento do sono a prolactina é liberada, hormônio responsável pela produção de leite; e também é importante para que essa mãe consiga se restabelecer de uma jornada atribulada que é o primeiro mês de vida do bebê.

Segundo o artigo A importância do repouso após o parto, é importante que a mulher estabeleça prioridades e o descanso deve ser um deles, isso porque para cuidar de um bebê é preciso estar bem, principalmente nos primeiros dois meses em que a criança demandará mais cuidados e em que a própria mãe também estará se adaptando.

A pediatra Renata Scatena destaca que uma mãe com privação de sono é uma mãe que ficará mais irritada e tensa e essa tensão será repassada ao bebê, assim como explica que as crianças são como “esponjas” dos sentimentos dos pais:

“Se uma mãe está tranquila, serena, ela conseguirá atender a demanda dessa criança, ao passo que se ela estiver irritada, nervosa, descontrolada, descontente, essas emoções serão assimiladas pelo bebê e será uma criança provavelmente mais irritada e aí se iniciará um círculo vicioso muito difícil e que poderá alterar toda a estrutura dessa dinâmica familiar.”

A especialista orienta que a mãe deve aproveitar o momento do pós-parto para se dedicar ao bebê e também ao próprio bem-estar. A alimentação é outro cuidado importante que a mãe deverá ter consigo mesma, até mesmo por conta da amamentação, e quanto à amamentação, a pediatra acrescenta:

“Vale a pena investir na amamentação e ver que a criança está crescendo e se desenvolvendo com o seu alimento. Muitas habilidades e benefícios são repassados à criança nesse momento. Nesses primeiros dois meses de vida é muito difícil que se consiga estabelecer uma rotina porque esse bebê está sob regime de aleitamento exclusivo e o aleitamento é sob livre demanda.”

Ter um pouco mais de paciência consigo mesma nessa fase é fundamental, assim como ter o apoio das pessoas próximas para conseguir passar pela agitação e tensão do período inicial após a chegada do bebê.

 

Dra. Renata Scatena – Pediatra

Fanpage: www.facebook.com/Renata-Scatena-Pediatra-141540516016065

Site: www.drarenatascatena.com.br

 

Fontes

Congresso de Alimentação e Hábitos Saudáveis na Infância.

Sono infantil: por que a rotina é tão importante e como fazer isso. Vanessa Lima. Crescer: revistacrescer.globo.com/Bebes/Sono/noticia/2016/03/sono-infantil-por-que-rotina-e-tao-importante-e-como-fazer-isso.html

A importância do repouso após o parto. Howstuffworks: saude.hsw.uol.com.br/exercicios-pos-parto1.htm