"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Semana Mundial da Amamentação


04/11/2012 - 23:00:00 | 970

A Semana Mundial da Amamentação idealizada pela  Aliança Mundial para Ação em Aleitamento Materno, é comemorada desde 1992. Todos os anos, entre os dias 1 e 7 de agosto, mais de 150 países em todo o mundo realizam mobilizações e campanhas junto à sociedade para promover e apoiar o aleitamento materno.

O ato de amamentar aprofunda o vínculo afetivo entre mãe e filho. O leite materno protege e é o melhor alimento para o bebê até os seis meses de idade, devendo ser mantido até os dois primeiros anos de vida. Amamentar é também excelente para a saúde da mulher: ajuda a perder de forma mais rápida o peso ganho durante a gravidez, o útero volta mais rapidamente ao tamanho normal, diminui o risco de hemorragia, anemia  e de doenças como diabetes, câncer de mama e câncer de ovário.

As mães devem alimentar-se bem nesta fase, beber muita água e as evitar bebidas alcoólicas e o cigarro. Atenção quanto ao uso de quaisquer medicamentos, pois algumas substâncias podem passar para o leite. Somente um médico saberá dizer se o medicamento pode fazer mal ao bebê.

Algumas dificuldades enfrentadas durante a amamentação podem ser evitadas, como as rachaduras no bico do peito. Se isso acontecer, é provável que o bebê esteja “pegando o peito” de uma forma inadequada, e precisa aprender a mamar de uma forma melhor. Por isso, fique atenta quanto ao posicionamento e a sucção do bebê. Manter os mamilos secos, expondo-os ao ar livre ou à luz solar, também previnem as rachaduras. O uso de uma “concha de amamentação” também ajuda manter secos os bicos sensíveis. Não use cremes ou pomadas, pois elas retiram a proteção natural do mamilo. Para acelerar a cicatrização do bico rachado, nada melhor que fazer compressas no local com chá de camomila, ou passar o próprio leite. Às vezes é necessário usar por alguns dias o bico de silicone no seio, um tipo de protetor para que o bebê mame sem contato direto com o bico machucado. Apesar de não tão recomendado pelos pediatras, o uso desse bico faz com que a mãe com seios muito rachados consiga ir em frente com a amamentação, o que será muito melhor para o bebê no final das contas. Porém, esse bico não deve ser usado por mais que alguns dias apenas.

Para evitar mamas empedradas, tenha sempre o cuidado de esvaziá-las bem. Por isso, o bebê deve ter tempo para mamar tranquilamente, e as duas mamas devem ser esvaziadas a cada mamada. Caso ainda fiquem cheias, massageie as mamas através de movimentos circulares, antes de iniciar a ordenha.

Se estas dificuldades ainda persistirem, procure a ajuda e orientação de profissionais nos postos e centros de saúde, ou fale com pediatras e obstetras. Existem também grupos comunitários de apoio à amamentação.  

Por: AgComunicado