"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Thai massagem na gestação prepara o corpo da mulher para o parto


03/09/2016 - 15:41:02 | 265

Técnica ajuda a aliviar as dores, tensões e até previne estrias

 

Na gravidez a mulher sofre mudanças bruscas no corpo e também no aspecto emocional. Algumas atividades terapêuticas auxiliam na prevenção de dores, desconfortos, ansiedade e na qualidade de vida da gestante. Para auxiliar nesse momento tão especial e delicado a thai yoga, também conhecida como thai massagem é uma técnica tailandesa reúne o conforto aconchegante de uma massagem suave e delicada para a mãe e o bebê, mais alguns alongamentos aplicados na prática da yoga. 

A terapeuta, Barbara Santos, orienta que durante a sessão o respeito e o carinho são essenciais ao tocar o corpo da gestante e ao mesmo tempo acariciar o bebê. Junto a massagem os alongamentos também são exercitados, essenciais para combater a dor lombar e fortalecer as pernas, regiões bastante impactadas na gravidez.

 “É uma técnica que não pode ultrapassar uma hora. É importante sempre consultar um especialista no setor, para que o exercício seja orientado e com limite de tempo”, alerta. O ambiente para realizar a thai massagem durante a gestação também precisa de cuidados, segundo a terapeuta. Cheiros muito fortes de velas, incensos e aromatizantes podem provocar enjoos. 

“Com uma música relaxante podemos iniciar a thai massagem, que consiste em apalpação em regiões como as pernas, quadril, costas, braços e pescoço”. 

A professora informa que o corpo possui cerca de 70 mil linhas de energias, no caso da tai massagem o foco será nas 12 principais fontes para promoção de relaxamento e bem-estar. 

“No primeiro trimestre não recomendamos a thai massagem, pois o feto é ainda muito frágil, principalmente entre as mães que não são adeptas a pratica e não costumam praticar atividades físicas. O ideal é consultar sempre o médico para a liberação”, orienta.

Alguns cuidados também devem ser seguidos ao se tratar da posição em que a gestante vai ficar. A especialista reforça quanto ao decúbito dorsal, indicado somente até o inicio do segundo trimestre.   “Em casos de incômodo o ideal é sugerir a posição lateral e dar preferência ao lado esquerdo, para evitar de comprimir a aorta, artéria principal do sistema circulatório. Já a posição sentada pode permanecer em todos os estágios da gestação”, conclui. 

Dentre os principais benefícios da thai massagem na gestação a terapeuta cita como os principais: a prevenção das dores nas pernas, costas, articulações e desconfortos musculares. A terapia vai atuar promovendo o relaxamento dos músculos para suportar o aumento de peso e pressão que ocorre nessa fase. 

“A técnica consiste em bastante apalpação, portanto age diretamente nos pontos em que o sistema nervoso está relacionado, ideal para aliviar as dores e as tensões”, sinaliza. 

Alivia as azias

Na gestação os desconfortos estomacais são bastante comuns. A gestante pode ser acometida por enjoos e azia intensa. Para esses casos a massagem também pode auxiliar na diminuição dos sintomas. “A azia está bastante relacionada ao sistema nervoso, portanto os sintomas podem ser prevenidos por meio da técnica”, recomenda a especialista. 

Previne estrias e melhora a circulação sanguínea

Entre os receios das gestantes podemos apontar as indesejáveis estrias que costumam aparecer na barriga, pernas e seios. Por ativar a circulação sanguínea a thai massagem também estimula o sistema linfático e melhora a elasticidade da pele. Os alongamentos praticados são os principais responsáveis por esse resultado, propiciando a elasticidade do tecido e a prevenção dos rompimentos que ocorrem no caso das estrias. “Claro que o uso de cremes é necessário, mas a thai massagem vai ajudar bastante também”, aponta a professora. Leia também: Existem 4 tratamentos para as estrias

Contribui para um parto mais tranquilo

Segundo a terapeuta na Tailândia a thai massagem é aplicada principalmente em gestantes e age no preparo do corpo da mãe para o momento do parto normal. “A massagem prepara o colo da mãe para o nascimento do bebê, fortalece a musculatura e promove a consciência corporal, pois através dos alongamentos a gestante reconhecerá as suas limitações e condições físicas”, ressalta. Para uma gestação mais tranquila, pratique exercícios.

 

Participação da terapeuta e professora de thai massagem, Barbara Santos.

Contatos: 

contato@espaconibbana.com.br

www.espaconibbana.com.br