"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."
Pronta entrega
Xanthoparmelia Scabrosa 100 Mg C/ 30 Cápsulas

Xanthoparmelia Scabrosa 100 Mg C/ 30 Cápsulas

(Nenhuma Avaliação)

Ver Avaliações - Avaliar


SKU:  |  Categoria: Saúde Sexual  |  Fabricante:   Manipulado


Este produto está bloqueado para venda on-line, entre em contato com um de nossos atendentes para maiores informações: (11) 4501 6400

Informações do produto

Xanthoparmelia Scabrosa 100 Mg C/ 30 Cápsulas

Xanthoparmelia scabrosa para que serve?

Xanthoparmelia scabrosa é uma associação simbiótica entre fungos e algas, encontrada na Ásia, Austrália e América do Sul. O fitoterápico possui uma poderosa propriedade estimulante, sendo indicado para o tratamento da disfunção erétil e ejaculação precoce. Sua ação melhora o desempenho sexual e aumenta a libido.

Xanthoparmelia scabrosa favorece o relaxamento muscular e a dilatação das artérias, proporcionando melhor circulação sanguínea na região peniana. Essa ação se dá por meio da liberação de óxido nítrico, durante a estimulação sexual, que permite o influxo sanguíneo. A planta Xanthoparmelia scabrosa é um inibidor natural de PDE-5. Com inibidores da PDE5, consegue-se uma ereção mais rígida e mais prolongada.

Disfunção erétil o que é?

A maioria dos homens tem alguma dificuldade ocasional, mas conseguem obter e manter uma ereção de qualidade na maioria das vezes. No entanto, se as dificuldades se tornam mais frequentes e as ereções passam a ser menos duradouras, ou ainda se o homem não consegue ter a ereção completa, pode ser que sofra de disfunção erétil ou impotência sexual.

A disfunção erétil (DE) ou impotência sexual é a incapacidade de iniciar e de manter uma ereção em, pelo menos, 50% das tentativas durante a relação sexual. Essa disfunção incapacita o homem a obter ou manter ereções suficientemente rígidas para a penetração vaginal, impedindo a satisfação sexual.

A impotência sexual está relacionada a diversas doenças e tratar a disfunção envolve obrigatoriamente à descoberta de sua causa. Dentre as principais causas inclui: distúrbios psicológicos; doenças hormonais; doenças neurológicas; doenças vasculares, que causam entupimento das artérias e veias, prejudicando a chegada do sangue ao pênis; consumo excessivo de medicamento; alcoolismo e tabagismo.

Quando diagnosticada, a impotência sexual deve ser tratada imediatamente, o tipo de tratamento para a disfunção erétil depende da sua causa e do estilo de vida do indivíduo. É de extrema importância procurar um médico especializado e iniciar o tratamento.

Após muitos estudos descobriu-se a Xanthoparmelia scabrosa, um líquen seco que é um potente auxiliar para tratar a disfunção erétil. Age restaurando a função erétil, resultando em uma resposta natural à estimulação sexual. O tratamento com ativos naturais é eficaz, pois apresenta excelentes resultados sem causar efeitos colaterais, levando a uma melhora significativa na qualidade de vida do paciente. 

O tratamento inclui processos psicoterápicos e uso de diversos agentes de ação local ou sistêmica, até cirurgias para implante de próteses. Os inibidores específicos da PDE5, isoenzima altamente concentrada no corpo cavernoso do pênis, naturais e sintéticos foram introduzidos na terapia oral da impotência sexual, levando a uma melhora significativa na qualidade de vida dos pacientes. 

Xanthoparmelia scabrosa efeitos colaterais:

O medicamento Xanthoparmelia scabrosa é bem tolerado, não apresentando relatos de reações adversas após a sua administração, desde que sejam respeitadas as doses terapêuticas indicadas pelo médico. Antes de fazer uso desse fitoterápico leia a bula.

Xanthoparmelia scabrosa bula:

O uso do medicamento Xanthoparmelia scabrosa não é recomendado para pacientes que apresentam hipersensibilidade a qualquer componente encontrado na fórmula. Antes de fazer uso desse fitoterápico consulte o seu médico. 

Xanthoparmelia scabrosa posologia:

É de extrema importância que a administração e a dosagem do produto Xanthoparmelia scabrosa 100mg sejam autorizadas e orientadas por um médico habilitado, a modo de prevenir efeitos prejudiciais à saúde, pois a dosagem pode variar conforme a necessidade do paciente.