"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Dieta sem glúten é realmente necessária?


26/01/2016 - 23:00:00 | 349
 
 

Uma das dietas mais famosas entre as celebridades é a que restringe o glúten do cardápio. Contudo, antes de aderir a qualquer "dieta da moda" é importante buscar informações para não prejudicar a saúde.

Antes de mais nada, é importante entender o que é o Glúten, uma proteína vegetal encontrada em alimentos como o trigo, a cevada, no centeio e no malte. Essa proteína, no organismo de pessoas sensíveis, pode causar algumas reações desagradáveis como diarreia, flatulência, inchaço, entre outros sintomas. O problema mais grave é a doença celíaca, que atinge cerca de 1% da população. Nesse caso, a dieta livre de glúten é fundamental.

Muitas pessoas evitam consumir alimentos com glúten com o objetivo de emagrecer. Nesse caso é realmente necessário esse tipo de restrição?

O que muitos não sabem é que muitos dos alimentos que não apresentam glúten na composição podem apresentar maior quantidade de gorduras, sódio e açúcar, para compensar a ausência de trigo. O alimento pode ser tornar mais calórico e proporcionar efeito contrário ao desejado. Além disso, os produtos sem glútem tendem a ser mais caros, pois necessitam de procedimentos especiais na produção. Portanto, é importante estar alerta e ler o rótulo dos produtos.

Não há nenhum malefício em se ingerir alimentos sem glúten, mas, se o objetivo é emagrecer, a medida mais eficaz é substituir alimentos calóricos por escolhas menos calóricas. Prefira os alimentos ricos em fibras e abuse de frutas, legumes e verduras. 

O emagrecimento saudável não  tem segredos. Uma alimentação balanceada aliada a atividade física constante é a melhor opção para o emagrecimento saudável e duradouro. Consulte o seu médico ou nutricionista que irá adequar a dieta ao seu organismo e analizar se é realmente necessario qualquer tipo de restrição.