"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."
Pronta entrega
Orlistat Manipulado

Orlistat Manipulado

(Nenhuma Avaliação)

Ver Avaliações - Avaliar

  • Descrição
    Valor
    Orlistate 120mg 30 Capsulas
    R$ 65,90
    Orlistate 120mg 60 Capsulas
    R$ 127,90

Informações do produto

Orlistat é um inibidor de lipase gastrointestinal que reduz a absorção de gordura na dieta em aproximadamente 30% e pode promover a perda de peso e reduzir os fatores de risco cardiovascular. 

Como tomar Orlistat

Você deve dividir uniformemente sua ingestão diária de gordura, carboidratos e proteínas em três refeições principais. 

Tome o Orlistat durante as refeições ou até 1 hora após uma refeição. 

Se perder uma refeição ou comer uma refeição sem gordura, você não precisa tomar Orlistat. Como o Orlistat interfere na absorção do seu corpo de algumas vitaminas lipossolúveis é recomendável você tomar um suplemento multivitamínico diário que contenha vitaminas A, D, E e K e beta caroteno, uma vez por dia, pelo menos 2 horas antes ou depois de tomar Orlistat.

Pesquisas sobre a eficácia do Orlistat

Foi realisada pesquisa sobre o controle de peso e redução de fatores de risco em indivíduos obesos tratados por 2 anos com Orlistat. Objetivo foi testar a hipótese de que o orlistat combinado com dieta é mais eficaz do que a dieta sozinha para perda de peso e manutenção ao longo de 2 anos.

Os participantes eram adultos obesos. Os indivíduos receberam placebo mais uma dieta de energia controlada durante um período de quatro semanas. No dia de estudo 1 a dieta foi continuada e os indivíduos foram randomizados para receber placebo 3 vezes por dia ou orlistat 120 mg 3 vezes por dia, durante 52 semanas. Após 52 semanas, os sujeitos iniciaram uma dieta de manutenção de peso e o grupo placebo continuou a receber placebo e os indivíduos tratados com orlistat foram reertificados para receberem placebo 3 vezes ao dia, orlistat 120 mg 3 vezes ao dia, durante mais 52 semanas.

Principais medidas de resultado Mudança de peso corporal e mudanças na pressão arterial e nos níveis séricos de lipídios, glicose e insulina.

Um total de 1187 indivíduos entraram no protocolo, e 892 foram distribuídos aleatoriamente no dia 1 para tratamento. Para análise do tratamento, foram avaliados 223 indivíduos tratados com placebo e 657 indivíduos tratados com orlistat. Durante o primeiro ano, os indivíduos tratados com orlistat perderam mais peso do que os indivíduos tratados com placebo. Os indivíduos tratados com orlistat, 120 mg 3 vezes ao dia, durante o ano 1 e o ano 2 recuperaram menos peso durante o ano 2 do que aqueles que receberam orlistat com uma dosagem menos (60mg) ou placebo. O tratamento com orlistat 120 mg 3 vezes por dia foi associado a melhorias nos níveis de colesterol e lipoproteína de baixa densidade em jejum e níveis de insulina.

As conclusões desta pesquisa com Orlistat

O tratamento de dois anos com dieta e orlistat manipulado ou genérico ajuda a promover significativamente a perda de peso, diminui a recuperação do peso e melhora alguns fatores de risco relacionados à obesidade.

Sobre a obesidade

Obesidade afeta um número crescente de pessoas e representa um desafio terapêutico para o clínico. As intervenções não-farmacológicas convencionais baseadas em dieta e exercício têm um sucesso limitado a longo prazo na produção de perda de peso. A obesidade induz a múltiplas anormalidades metabólicas que contribuem para a patogênese do diabetes mellitus e doença cardiovascular. 

Uma abordagem potencialmente promissora é a indução de equilíbrio energético negativo e perda de peso por inibição mediada por subsitâncias como o Orlistat manipulado ou Orlistat genérico. Orlistat é um agente minimamente absorvível que inibe a atividade das lipases pancreáticas e gástricas, bloqueia a absorção gastrointestinal de aproximadamente 30% da gordura ingerida. 

Enquanto a perda de peso é um ponto final importante no tratamento da obesidade, a principal preocupação no tratamento médico da obesidade é a redução do risco de obesidade morbida e mortalidade, melhorando os fatores de risco cardiovascular e metabólico subjacente, como pressão alta, e resistência à insulina. Uma visão amplamente realizada que não foi submetida a uma avaliação crítica rigorosa em estudos prospectivos em larga escala, é que a perda de peso intencional modesta, com aproximadamente 5% a 10%, está associada a melhorias significativas nas anormalidades cardiovasculares e metabólicas relacionadas à obesidade. Um objetivo secundário deste estudo mencionado aqui foi examinar a eficácia da administração de Orlistat por 2 anos na melhoria da pressão arterial, lipídios e anormalidades do metabolismo de carboidratos, que muitas vezes ocorrem na obesidade.

Fatores de Risco Relacionados à Obesidade

Pressão sanguínea e circunferência da cintura. Houve redução da pressão arterial sistólica entre a randomização e a semana de número 52 do tratamento no grupo tratado com orlistat 120 mg versus placebo. A pressão arterial diastólica também diminuiu mais no grupo tratado com orlistat 120 mg em comparação com placebo. Após 2 anos de tratamento a diminuição da circunferência média da cintura foi significativamente maior no grupo tratado com orlistat em comparação com o grupo placebo.

Orlistat para ajudar emagrecer

Durante o período de 4 semanas de tratamento para emagrecer com Orlistat os indivíduos perderam aproximadamente 2,3 kg ou 2,3% do peso corporal inicial. Após a randomização no dia 1 do estudo, ambos os grupos de tratamento ( Placebo X Orlistat) continuaram a perder peso, mas o grupo orlistat 120 mg obteve uma perda de peso mais rápida e significativamente maior do que o grupo placebo. Resultados idênticos foram obtidos quando as análises estatísticas foram aplicadas aos dados expressos em forma absoluta ou como uma variação percentual de valores iniciais. Quando expressos em percentagem, os grupos perderam 8,8% vs 5,8% respectivamente. Além disso 65,7% dos indivíduos tratados com orlistat perderam mais de 5% do peso corporal inicial em comparação com 43,6% dos indivíduos tratados com placebo no final do primeiro ano. E 38,9% no grupo orlistat perdeu mais de 10% do peso inicial em comparação com apenas 24,8% no grupo placebo.

Dos indivíduos tratados com Orlistat 120mg manipulado ou genérico durante o primeiro ano, aqueles que também receberam 120 mg de Orlistat durante o ano 2 recuperaram significativamente menos peso no primeiro ano do que aqueles que receberam 60 mg de orlistat ou placebo durante o segundo ano. O tratamento com orlistat 120 mg durante 2 anos produziu uma perda de peso de 7,6% do peso corporal inicial. Em contrapartida os indivíduos que receberam placebo durante 2 anos completos ou que trocaram de 120 mg de orlistat para placebo no ano 2 perderam 4,5% e 4,2% do peso corporal inicial. Além disso, 34,1% dos indivíduos que completaram 2 anos de tratamento com orlistat manipulado 120 mg mantiveram uma perda de peso de mais de 10% do peso corporal inicial em comparação com apenas 17,5% dos indivíduos que receberam placebo por 2 anos.

Efeitos colaterais do Orlistat manipulado

A incidência de efeitos colaterais foi semelhante nos grupos placebo e orlistat. No entanto houve mais efeitos colaterais associados ao orlistat. Pelo menos 1 efeito colateral foi experimentado por 79% dos indivíduos no grupo orlistat, em comparação com 59% dos indivíduos no grupo placebo. A maioria dos indivíduos tratados com orlistat experimentou 1 ou 2 destes efeitos colaterais que tipicamente ocorreram no início do tratamento, apresentaram intensidade leve a moderada e geralmente foram resolvidos espontaneamente. Sete tipos de efeitos ocorreram com pelo menos uma taxa de incidência de 5% e em duas vezes mais indivíduos no grupo de orlistat, os efeitos são:

  • Gazes e flatulência 
  • Manchas oleosas
  • Urgência fecal ( Diarréia) 
  • Fezes gordurosas 
  • Flatulência oleosa
  • Incontinência fecal e defecação aumentada

Os níveis de vitaminas solúveis em gordura e beta-caroteno geralmente permaneceram dentro do intervalo de referência em todos os grupos de tratamento ao longo do estudo. Os níveis de Vitaminas D e E diminuíram significativamente no grupo tratado com orlistat versus placebo no final do ano 1, mas os níveis séricos médios permaneceram dentro do intervalo de referência. Quando corrigido para LDL-C, os níveis de vitamina E permaneceram inalterados nos indivíduos tratados com orlistat. Foi requerida suplementação em 14,1% dos indivíduos tratados com 120 mg de orlistat durante 2 anos versus 6,5% dos receptores de placebo. Todos os indivíduos que receberam suplementação atingiram níveis séricos normais de vitamina ao final do estudo e nenhum indivíduo foi retirado devido a valores baixos. 

 

Ref.: http://jamanetwork.com/journals/jama/fullarticle/188381