"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

As vantagens dos alimentos que ninguém gosta


04/11/2012 - 23:00:00 | 10129

 

Se lembra quando você era criança e detestava certos tipos de alimento? Era uma briga danada para comer e quando sua mãe conseguia colocar a colher dentro da boca era um mar de lágrimas, certo?
 
Por algum motivo quando crescemos e temos nossos próprios filhos repetimos a cena e obrigamos a criancinha a saborear aquele quiabo delicioso. Mas você, na vida adulta, come quiabo? Pois é, ele, assim como diversos outros alimentos renegados, parecem entrar no nosso cardápio só na infância, que era quando nossas mães nos obrigavam a comer. Mas será que elas também comiam?
 
Os alimentos renegados são aqueles considerados tabu por terem um gosto não muito agradável porém são extremamente saudáveis e contém diversas propriedades benéficas para nossa saúde. Em sua maioria esses alimentos podem ser inclusos no seu cardápio aos poucos ou misturados com outros para amenizar o sabor, se não te agradar.
 
Exemplos disso são: O Jiló que tem grande quantidade de água e potássio, vitamina A e potássio e tem a capacidade de aumentar a sensação de saciedade. O quiabo, vilão da cozinha para muita gente, contém potássio, fibras e proteínas e cálcio. O Nabo possui sais minerais, fibras e Vitamina C.
Sabe o amado e detestado Bucho (ou dobradinha)? Contém grande fonte proteica, fósforo e sódio. Só tome cuidado, se você for fã desse alimento, para não ingerir em grande quantidade. O Bucho contém grande valor calórico. 
 
Já o Chuchu, apesar de ser comparado com um outro estado da água, é muito indicado para manter uma boa pressão arterial por conter muita água. Enquanto a Beterraba contém Vitamina C, ferro, ácido fólico e é indicada no combate a anemia.
 
Mesmo tendo gostos diferentes, esses alimentos podem ser inclusos na sua dieta de forma disfarçada. Vale a pena juntá-los com o feijão ou acrescentar em uma sopa ou caldo.