"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Estresse não influi em tratamento para engravidar


04/11/2012 - 23:00:00 | 553

Muitas pessoas creem que se a mulher ficar tensa ou ansiosa, as chances de o tratamento para engravidar dar certo diminuem. No entanto, uma revisão de 14 estudos sobre o tema feitos entre 1985 e 2010 indica que isso não ocorre. Segundo os pesquisadores, o estresse não influi nas chances de fertilização. Apesar da ansiedade do casal, nada indica que há associação entre o estresse emocional e o fracasso do tratamento. Para os cientistas, acreditar que o estresse gera infertilidade não passa de um mito. Os resultados foram publicados no British Medical Journal.

Trata-se de uma boa notícia para as mulheres que estejam seguindo tratamento para engravidar. O tratamento de fertilidade por si só pode ser fonte de estresse para o casal. Alguns chegam a interromper o ciclo por conta da forte carga emocional associada. A mulher passa por um ciclo dolorido de indução à ovulação, com injeções na barriga. Depois de ter os embriões implantados, o casal ainda precisa aguardar duas semanas para saber se o resultado é positivo ou não. As chances de o tratamento dar certo são de cerca de 40%.

De acordo com Artur Dzik, Presidente da Sociedade Brasileira de Reprodução Humana, o estilo de vida e fatores biológicos como o estresse podem, sim, contribuir para o fracasso de uma gestação, mas apenas quando a tentativa for natural. Isso se dá pois pode haver diminuição da libido, da frequência das relações sexuais ou problemas ovulatórios.


É claro que é importante que o casal que esteja seguindo um tratamento para engravidar tente ao máximo controlar o estresse, pois mesmo que ele não influa no sucesso ou fracasso do tratamento, sem dúvida faz mal à saúde física e mental do casal. Outro aspecto importante é que caso o tratamento dê certo, o estresse não trará nada de positivo para a nova vida (ou vidas) que se formam.

Fonte: Agência Comunicado