"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Médicos americanos exigem a eliminação do palhaço Ronald McDonald


04/11/2012 - 23:00:00 | 544

Teve a participação de um grupo significativo de médicos americanos uma campanha que visa proibir a rede McDonald's de utilizar o seu mascote, o palhaço Ronald McDonald, para divulgar seus produtos junto às crianças. Um grupo de religiosas até chegou a propor que a rede publicasse sua resposta às preocupações da opinião pública sobre a relação entre obesidade infantil e fast food . A carta dos médicos solicitou ao McDonald's que pare de incluir brindes nos seus "McLanches Felizes".

Apesar dos esforços da rede de divulgar suas ações para o consumo de alimentos saudáveis, e até mudanças nos cardápios incluindo até maçãs naturais, as refeições da rede contêm sanduíches hipercalóricos e ricos em sal, gordura e açúcar. A campanha foi conduzida pela organização sem fins lucrativos Corporate Accountability International, conhecida pelos esforços para que a fabricantes de cigarros Camel deixe de usar um mascote, o camelo Joe, por conta de seu apelo junto ao público mirim.

O palhaço Ronald McDonald tem sido usado por décadas como símbolo da organização. Em um comunicado, o McDonald's defendeu o mascote, seus cardápios e suas políticas publicitárias

A obesidade infantil é um problema de saúde pública nos Estados Unidos. Atualmente, uma em cada três crianças americanas tem excesso de peso ou é obesa.

É grande a preocupação em diferentes países do mundo, inclusive no Brasil, sobre esses assuntos. A tendência é uma maior regulamentação publicitária (no Brazil, quem faz isso é o Conar), no sentido de evitar que as crianças e jovens se sintam estimulados pela propaganda a adotar maus hábitos de saúde ou alimentares, como fumar, beber álcool ou ingerir fast food, em excesso. É importante que os jovens saibam as consequências de tais hábitos para sua saúde e que não recebam estímulos negativos desnecessários.

Por: AgComunicado