"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Pesquisa aponta que 15% das brasileiras acima dos 40 anos tem osteoporose


04/11/2012 - 23:00:00 | 537

A osteoporose é uma doença que exige cuidados bem antes de sua manifestação. Um estudo feito em 2008 aponta que 15% das mulheres brasileiras com mais de 40 anos sofrem com os efeitos dessa doença, que  é responsável por fragilizar os ossos. 

A pesquisa , feita em todas as regiões do Brasil, acompanhou 2.470 pessoas (725 homens e 1695 mulheres), usando dados do último censo para reproduzir nas proporções certas as diferentes características da sociedade brasileira. Foram levados em conta critérios geográficos, étnicos, socioeconômicos, profissionais e educacionais. 
 
O critério para determinar indícios da osteoporose está no tipo da lesão. A fratura por osteoporose decorre de uma queda menor que a própria altura, como escorregões no banheiro ou tropeços na ruas, por exemplo. É um problema mais comum nas mulheres, por causa da menopausa. A queda dos hormônios femininos leva a uma perda óssea em torno de 20% a 30%. Por ser causada pela queda hormonal, a osteoporose é também uma doença típica do envelhecimento. Ela é rara até os 50 anos, mas a partir daí o risco e as incidências crescem expressivamente. 
 
Apesar de ser mais comum nas mulheres, a osteoporose também afeta os homens. De acordo com a  pesquisa, 13% dos homens com mais de 40 anos tiveram fraturas ligadas a ela. Como a queda da produção hormonal se dá mais tarde entre a população masculina, o problema demora mais a se manifestar entre eles. 
 
A melhor maneira de se prevenir contra a osteoporose é ingerir muito cálcio para fortalecer os ossos: em primeiro lugar, os laticínios (leite, queijo, requeijão, iogurte), e em segundo lugar as verduras e peixes como atum e salmão.  
 
É importante ressaltar que a prevenção começa na infância e na adolescência, quando formamos o nosso reservatório de cálcio. No entanto, nunca é tarde para se ingerir o mineral. 
 
O consumo do cálcio de fato previne a doença. Porém, existem alguns outros fatores que podem levar à osteoporose, como fumo, sedentarismo e baixo peso. Além disso, há influência genética. Pessoas com histórico de osteoporose na família têm maior possibilidade de desenvolvê-la. Sabe-se também que a incidência é maior entre pessoas de ascendência europeia ou asiática. 
 
Quando diagnosticada no início, a osteoporose pode ser controlada com remédios.

 

Fonte:  Agência Comunicado