"Manter o corpo em boa forma é dever de todos. Corpo saudável... Pensamentos Saudáveis."

Recursos naturais para o combate da depressão


15/07/2014 - 23:00:00 | 768

Por que alguns alimentos e exercícios físicos podem ajudar?

Milhares de pessoas sofrem de depressão e embora muitas pessoas por falta de conhecimento encarem a depressão como “bobagem” é importante esclarecer que se trata de uma doença séria que necessita de tratamento.
 
É fundamental que o indivíduo que sofre deste mal se conscientize primeiramente do seu problema, o que pode levar um certo tempo, em muitos casos é necessário que alguém próximo a essa pessoa a oriente para procurar ajuda especializada.
 
Existem inúmeros estudos a fim de trazer a cura e melhora da qualidade de vida ao indivíduo que sofre de depressão e o que chama a atenção como importante recurso para sanar este mal é a prática de atividades físicas.
 
Exercícios físicos praticados sob orientação e de forma moderada têm o poder de estimular no cérebro a produção de importantes hormônios neurotransmissores que agem produzindo a sensação de bem-estar e regulando o sono, entre os mais reverenciados estão a serotonina e as endorfinas.
 
A simples caminhada uma hora ao dia já é capaz de proporcionar ao organismo os benefícios sobre o sistema nervoso que têm íntima ligação com as doenças como a depressão. 
 
Alguns alimentos contém em sua composição um importante aminoácido conhecido como triptofano, que quando ingerido e metabolizado se transforma em serotonina e ajuda na melhora do humor.
 
Quais alimentos possuem este nutriente?
 
O chocolate amargo é rico em triptofano, um gomo ao dia já fornece ao organismo quantidade significativa dessa substância.
 
A banana também possui a substância, além de importantes vitaminas do complexo B, o consumo regular da fruta age sobre o sistema nervoso e é indicado até mesmo para o alívio da ansiedade e irritabilidade.
 
A aveia possui importantes vitaminas do complexo B e vitamina E, que também são nutrientes fundamentais para o equilíbrio do funcionamento cerebral.
 
Queijos também oferecem triptofano ao organismo.
 
Os alimentos: abacaxi, caqui, tâmara, uva, goiaba, manga, maçã, pera, batata-doce, mamão, laranja, feijão, ervilha, sementes oleaginosas, entre outros, também fornecem o importante nutriente.
 
O nosso organismo não consegue produzir esse nutriente e é apenas ingerindo esses alimentos na dieta diária que se consegue suprir essa necessidade.
 
Portanto, é fundamental para aqueles que sofrem de depressão a prática de atividades físicas moderadas unidas a uma alimentação rica em nutrientes importantes para o bom humor. Obviamente que isso não quer dizer que o tratamento médico não deva existir, pelo contrário, os exercícios e alimentação podem ser considerados como terapia complementar para a solução do problema.
 
Com a depressão não se brinca, não se trata de uma tristeza que dependa de algum acontecimento aparente para existir, pelo contrário, muitas vezes não há motivo para que a tristeza exista e nem a pessoa consegue classificar uma razão que justifique a sua morbidez contínua. 
 
Cuidar da própria saúde e bem-estar é fundamental. Se você sofre de depressão não desista de lutar contra a doença, mas se você convive com alguém que sofre deste mal, oriente essa pessoa para que procure ajuda.