Televendas & SAC (11)4224-4550 ou (11)93802-7841

 

Imagine um exercício físico que te faz ficar na ponta dos pés, como no ballet, e contrair o abdome, como no pilates. Trata-se do Xtend, um método que une, de forma adaptada, os movimentos do ballet clássico e alguns princípios do pilates. As aulas duram até 60 minutos e são realizadas com músicas bem animadas. 
 
O Xtend foi criado em 2006 pela instrutora de pilates Andrea Rogers, nos Estados Unidos. O exercício pode ser praticado por adolescentes (a partir dos 12 anos), adultos, idosos e até mesmo gestantes. A modalidade utiliza o peso do próprio corpo como carga e seus movimentos podem ser adaptados de acordo com as limitações do aluno. Em pouco tempo de atividade, é possível notar resultados como a melhora da postura, redução do peso e fortalecimento dos músculos. 
 
De forma adaptada, o Xtend utiliza cinco princípios do pilates. São eles:
 
-Centralização: os movimentos se iniciam a partir de um centro fixo, como a região pélvica ou abdominal, por exemplo;
 
-Precisão: é preciso notar e sentir todos os detalhes de um movimento, em especial às posições que trabalham as mãos ou os pés; 
 
-Concentração: é a mente quem rege a execução correta e precisa dos movimentos. O aluno deve estar concentrado nos músculos  que estimulam o sistema nervoso centrar e assim, enviar impulsos nervosos para a área trabalhada; 
 
- Respiração: assim como no pilates, é preciso se atentar à respiração;
 
-Fluidez: a aula demanda sincronia, um movimento depende do outro. 
 
Porém, mesmo com todas estas semelhanças com o ballet e o pilates, o Xtend possui características próprias. Por exemplo: trabalha de forma mais dinâmica que o pilates, com aulas ritmadas e músicas. Seus exercícios utilizam uma grande parte da musculatura do corpo e, consequentemente, conferem um gasto calórico maior, de cerca de 400 kcal em uma hora de aula. 
 
Os primeiros passos e posições aprendidos no ballet são, geralmente, muito amplos e difíceis para a maioria das pessoas – em especial aquelas com mais de 12 anos. No Xtend, os movimentos do ballet são adaptados e por tanto, mais fáceis e seguros para qualquer pessoa. 
 
A modalidade ainda ajuda a reabilitar e prevenir lesões, fortalece o quadris e glúteos e a parte interna da coxa. Pode ser realizado de duas a três vezes por semana e também já pode ser encontrado em academias de grandes metrópoles, como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Brasília. 
 
Por: AgComunicado